domingo, 23 de junho de 2013

espertos agindo como tolos


Por que pessoas espertas 
podem ser tão tolas?

A educação desfocada* entorpece as habilidades necessárias para escapar da maior mazela do Século XXI:  a manipulação.


"J`ai voulu voir jusqu`oú allait la bêtise humaine:

elle est sans limites"

André Maurois, Letter Ouverte a um Jeune Homme, Paris, ed. 1966, p.38


      A manipulação coletiva envolve os governos. A versão do 11 de setembro pode ser o maior engodo da história humana: Investigadores dinamarqueses descobriram nano-termite, um explosivo de altíssima tecnologia, nos escombros das torres gêmeas; por isso, acreditam terem sido foram derrubadas pelo serviço secreto israelense com a colaboração do FBI http://www.youtube.com/watch?v=wKqDVhDF1AQ& http://www.cliografia.com/2013/09/17/cai-por-terra-a-versao-oficial-do-11-de-setembro/





Teste a calibragem de percepção...

     Pergunte a diversas pessoas

 Sobre a quantidade de ovelhas, na foto abaixo: 



      Há mais do que 125 ovelhas na foto?



Resposta abaixo, após a citação de André Maurois...



"J`ai voulu voir jusqu`oú allait la bêtise humaine:   elle est sans limites"   André Maurois,   Letter Ouverte a um Jeune Homme, Paris, ed. 1966,  p. 38.
"A estultice tem uma real e efetiva importância no agir humano.   Talvez seja por isso que o poeta Schiller escreveu,  há dois séculos, que Contra a estupidez os próprios deuses lutam inutilmente’    Apesar de tudo, para mim, na minha visão de professor de Direito,   não é demais ainda confiar na inteligência humana,  que um dia acabará prevalecendo.” Paulo Pasquilini, carta dirigida a diretoria da RBS, ligada à Rede Globo, no auge da manipulação quando um jornalista elegeu-se governador do Estado do RS .

O teste de percepção, acima, pergunta sobre uma estimativa de quantidade de ovelhas em uma foto.
Apresentada sob a forma de uma pergunta, a ideia de "ovelhas" na foto ingressa no processo de pensamento pela porta dos fundos porque perguntas não são afirmações: durante o processo de ensino, desde pequenos, fomos treinados a nos concentrar no questionamento da pergunta, aceitando passivamente a formulação do seu enunciado. O inconsciente automaticamente ignora o irrelevante e, se buscamos saber apenas uma estimativa, contenta-se com a informação superficial. Portanto, não questionamos as sugestões embutidas, como a de que haveria ovelhas na foto.
Aceita sem questionamento por estar embutida em uma pergunta, a informação de que haveria muitas ovelhas na foto orienta a distorção criada para a percepção do ocidental:
Ocidentais examinam as imagens de cima para baixo e da esquerda para a direita.
No hemisfério superior esquerdo da figura só há verde até surgirem, simultaneamente, uma profusão de representações pequenas tornando impossível perceber não serem ovelhas...
distorção completa o borrão, o inconsciente acredita ter achado minúsculas ovelhas procuradas...
Continuando a passar os olhos, de cima para baixo e da esquerda para a direita, percebemos uma grande quantidade de representações similares e a generalização preenche o quadro como se fossem todas iguais; e não são!
Por fim, outra deleção: se olharmos direto no canto inferior direito podemos ver, claramente, serem humanos agachados. Contudo, a estrutura da formulação, questionando a estimar uma quantidade, maior ou menor, induz a aceitar a generalização e a deleção.
O inconsciente automaticamente ignora o irrelevante e, se buscamos saber apenas uma estimativa, contenta-se com a informação superficial.
Por isso muitas pessoas espertas caem no engodo sobre a quantidade de ovelhas quando não há uma só:


pode ser tão tolo?"


Responde a TGP-T:
A educação desfocada e o 
modelo ultrapassado:

A educação precisa evoluir.
Parar de empilhar tantos conhecimentos, em grande parte inútil ou a se tornar obsoleto rapidamente.
A sobrecarga de informações confunde e induz a um estado de pré-torpor, de paradoxo.
Educação precisa focar o abrir perspectivas, desenvolver as habilidades de comunicação e a conscientização do processo de pensamento.

    Psicólogo,   fissurado em inteligência e criatividade humanas, o Reitor da Escola de Artes e Ciências da Universidade Tufts, em Massachusetts, EUA, Robert J.Sternberg reuniu um time de cientistas e, com base em pesquisas de psicologia, explicaram a natureza da estupidez. O livro, lançado em 2003 nos Estados Unidos, e traduzido no Brasil em 2006, conta histórias de quem destruiu a própria reputação por se considerar inteligente demais.
Podemos ser mais estúpidos do que acreditamos?
Espertos podem agir como tolos intencionalmente, algumas vezes procurando deixar outras pessoas confortáveis, ou para não parecer um nerd, intelectual, almofadinha. Contudo, comportam-se assim também por serem tolas. Sim, ser esperto não o protege de ser tolo e pode até aumentar as chances de fazer tolices. Por quê? Porque, algumas vezes, alguém esperto é tão recompensado pela esperteza que não consegue desenvolver outros tipos de habilidades - como o senso comum. Muitos espertos acreditam poderem atravessar a vida com o seu Q.I.   Com sorte, descobrem logo que estão errados.  Caso contrário, podem cometer tremendas tolices.


A manipulação coletiva cria preconceitos contra os setores que os sociopatolobistas desejam desmanchar. Isso aconteceu, no setor público, com a educação, a saúde e a segurança; também ocorre no setor privado como, por exemplo, contra as lutas e Artes Marciais: 
http://bit.ly/sindiplam ou
  




   
A colocar flores na lápide não pode deixar de notar um chinês colocando um prato de arroz no túmulo ao lado.    Vira-se para ele,  e pergunta:
- Desculpe-me... Mas o senhor acha mesmo que o defunto virá comer o arroz?
O chinês responde:              - Sim,  quando o seu vier cheirar as flores...
Moral da História:   Respeite as opções do outro, em qualquer aspecto. Essa é uma das maiores virtudes que o ser humano pode desenvolver.  As pessoas são diferentes, agem diferentes e pensam diferentes. Ao invés de julgar um comportamento DIFERENTE como errado, procure compreender PORQUE alguém age daquela forma. Comportar-se diferente, mudar, auxilia a abrir as portas do infinito.

   Os tolos, incluindo pessoas espertas que cometem tolices, tendem a cometer cinco falácias:
a) otimismo irreal - acham que tudo que fizerem acabará bem;
b) egocentrismo - os espertos começam a prestar atenção somente em si mesmos;
c) onisciência - pensam que sabem tudo;
d) onipotência - começam a achar que são poderosos;
e) invulnerabilidade - acham que podem se livrar de tudo o que fazem;

Os estúpidos cometem as mesmas falácias; contudo, como é provável serem pegos rapidamente, tendem a corrigir esses erros ao longo da vida. 
Como podemos saber quando uma pessoa esperta está dizendo algo estúpido? Pergunte a si mesmo: O que está sendo dito realmente faz sentido? Algumas vezes ouvimos coisas idiotas na mídia, ou alguém nos diz algo estúpido, podemos aceitar ou avaliar criticamente. Mas pensar ativa e criticamente é um trabalho duro. Agir passivamente e aceitar as informações é o caminho fácil que causa sérios problemas.
Lamentavelmente, enquanto não for incorporado ao ensino o processo de pensamento e de comunicação (ou outro mecanismo que o estimule), as pessoas continuarão a não perceber quando estão sendo manipuladas. Leia mais em http://www.padilla.adv.br/processo/pensamento/superficial/
Quase invariavelmente, o verdadeiro inimigo não é quem atira as pedras; não raro, esse indivíduo é pleno de boas intenções e motivado por elevados ideais. Contudo, induzido por falsas crenças, acredita ser correto atacar. A isso, foi induzido pelo verdadeiro inimigo, oculto, nos bastidores, manipulando as pessoas decentes.
Combater quem joga as pedras apenas desgasta; perde-se tempo e energia. Desvia a atenção do verdadeiro problema: o psicopata manipulador jogando  uns contra os outros.
As pessoas bem intencionadas são anuladas ao serem jogadas, umas contra as outras, através de manipulações, preconceitos, bullyng, difamações, assédio: 
Enfrentamos mutantes desumanos capazes de tudo. O objetivo deles é a escravização da humanidade considerada, por eles, como seres inferiores devido a facilidade deles em manipular a nós, humanos, através das emoções: exemplo de informações http://bit.ly/desumanos + http://bit.ly/perigosos
Para completar a teia de paradoxos com as quais o processo de pensamento é anulado, professores e outras atividades importantes para disseminar a cultura e a paz social, como as Artes Marciais, são aviltados e infamados; ao contrário dos politicorruptos e superficiais (dos big brothers, aos jogadores de futebol, e toda sorte de fuleiros exibicionistas) a mídia noticia os que "se dão bem".    Uma inversão de valores estimulando a acultura da superficialidade e da indecência! As pessoas terminam aceitando o que assistem na TV sem avaliar criticamente: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2006/05/idolatria-midia-manipula-cria-falsos.html
Por que alguns estúpidos são recompensados e outros não? Gente em posições de poder freqüentemente se livra por mais tempo, especialmente no governo, porque controla a mídia. Os governados tem sido estúpidos o suficiente para os deixar impunes. Alguns políticos fazem coisas ultrajantes, e as pessoas nada fazem a respeito.


A tecnologia atual permite disponibilizar vida confortável e segura para toda a população. Então, por que isso não acontece?
Quanto esforço é necessário para impedir o progresso e o conforto de alcançar a todos?
Quem cria e mantém a confusão e o atraso? http://bit.ly/origem-mal
A capacidade humana de evoluir é sufocada pela mídia bombardeando com egocentrismo e com o medo. Muitas pessoas – em pleno Séc. XXI, ainda temem o novo ou diferente do que estão acostumados, leia-se, o que apresenta a mídia como sendo "normal"... Há considerável energia focalizada em manter esses padrões.
Somado ao desmanche do ensino, colocou o Brasil em uma disfarçada escravidão da acultura da superficialidade.
  A democracia é uma encenação, porque o povo não manda nada. Os deputados/senadores são representantes dos partidos, e não do povo. Ninguém do povo pode concorrer e muito menos eleger uma pessoa decente. Votamos em partidos, apenas indicando, dentre os candidatos do partido, qual o eleitor prefere! Não há liberdade de escolha, somos obrigados a votar em um dos partidos ou em nenhum.
   Os protestos demonstram que as pessoas decentes cansaram de serem reduzidas a engrenagens em um sistema criado pelos ricos para manter seu poder.
   A democracia foi concebida em povoações nas quais todos os cidadãos reuniam-se para debater e decidir. No mundo moderno, é um engodo, que disfarça a ditadura da minoria controlando o processo de comunicação. Semeiam falsas crenças coletivas, e provoca a inversão de valores.

Para facilitar o controle do país, os politicorruptos mantém os Estados e Municípios na penúria; salvo exceções como o rico São Paulo, a maioria dos federados é insolvente, gastam mais do que arrecadam, e as dívidas, impagáveis, são usadas para os manipular. Contraditoriamente, o mesmo governo federal perdoa 2 bilhões de países africanos.
Escute a denúncia pela Rádio da UFRGS, a pioneira nas emissoras universitárias (desde 1957) e na internet (desde 1998).
Temo que o jornalista esteja por perder seu emprego. Escutem em http://www.4shared.com/mp3/7oonBQyO/Politicorruptos_perdoam_africa.html

Como a mídia manipula?

Como constroem falsos líderes e maus exemplos? 
Como anulam as boas intenções? 

video
Vídeo de Pedro Biel e Marcelo Tas mostrando como manipulam a opinião pública.
Quadro piloto do Programa Fantástico, vetado pela direção, nunca foi veiculado na TV.
   
Processo de manipulação coletiva: http://www.padilla.adv.br/processo/pensamento/superficial/
Processo de acordar do torpor da acultura da superficialidadehttp://www.padilla.adv.br/processo/pensamento/acordar/



A mazela da padronização:
Observe como a mídia, a partir da segunda metade do Séc. XX, dissolveu os tipos regionais. 
Dezenas de tipos regionais, na década de setenta, tornaram-se alvo de "brincadeiras" programadas, como as do "Planeta Diário" - quadros do Planeta Diário n. 68, dez. 1990 e publicados, em 1999, em http://www.padilla.adv.br/alegre/brasil


A Rede Globo contratou a turma do Casseta e Planeta para ajudar a disseminar preconceitos disfarçados em humor
O objetivo é criar falsas crenças e inverter valores para "uniformizar" o país e impor a padronização de hábitos e comportamentos consumistas.
turma do Casseta e Planeta nem imaginava estar sendo manipulada pelos sociopatolobistas... 
Com o tempo, os tipos brasileiros foram desaparecendo.
Restam apenas dois. 

A baiana distorcida na associação ao carnaval, 
transformado em instrumento da manipulação.


Em 1963, Ieda Maria Vargas polemizou o concurso Miss Universo. A mídia impunha, na época, que o traje típico do Brasil fosse o de baiana. As candidatas podiam trajar o costume típico de seu Estado para o Miss Brasil; contudo, para concorrer ao Miss Universo, deveriam vestir-se de baiana. Ieda bateu o pé: de baiana, não. Era gaúcha, de Porto Alegre, e usaria um chiripá, o mesmo traje típico que representara o Rio Grande do Sul no concurso Miss Brasil.
diferença entre bom humor e o seu uso dissimulado para o mal, sabias? Note como os controladores criam discriminação-bullying e camuflam as bandidagens com piadas. Exemplo?  https://t.co/ITOuvu5gu4

No Miss Universo 1963, trajando o chiripá, Ieda Maria Vargas foi eleita a mais bela mulher do mundo.

Ademais da aparência física, em um universo de iguais belezas, sobressaiu-se com a atitude típica de quem sabe o valor que a cultura tem.

As tradições gaúchas contrariam os "padrões globais" e se tornaram alvo de 
ferrenha campanha infamante disfarçada em humor.

A mídia servil ajuda os sociopatolobistas a uniformizar os padrões de consumo e de comportamento. 

Apesar dos preconceitos e armações, a cultura gaúcha persistiu e se ampliou, em CTG s (Centros de Tradição Gaúcha) espalharam-se mundo afora.

A luta contra o bairrismo anti gaúcho 
também acontece no plano do esporte: 



video


Como se defender da manipulação?
Viva muito mais  e  melhor conhecendo...

   O receio de mudanças reforça sentimentos atávicos, primitivos e até retrógrados.   Numa linguagem poética,  o medo é "medieval".     Vença o seu lado primitivo.   Supere os medos e receios... Vídeo de 4 minutos estimula e resgata o potencial evolutivo:  cada segundo vale a pena clique aquièÿ ou cole o endereço no seu navegador:    www.padilla.adv.br/prof/mude.exe

   A internet poderia ajuda a vencer essa mazela moderna, a da padronização. Contudo, também sobre a sua influência.
    Amplie seus limites. Leia livros e revistas; através dele seu pensamento poderá alçar vôos elevados e vivenciar (ou reviver, nos dois sentidos) experiências fantásticas. Veja dicas de revistas, e aprecie alguns vídeos clicando aqui http://www.padilla.adv.br/evoluir/dicas.

O mundo melhor começa dentro de nós e de nossos amigos
Convide-os para participar:    É grátis,  e faz bem...


News letters temáticos:
Sucesso é habilidade de ir de 
...fracasso em fracasso
...sem perder o entusiasmo.
Empowermente é... cultivar bom humor. 
Os objetivos ficam menos distantes.
Sorrindo para a vida, ela retribui...
Alma Alegre - bem humorados vivemos mais e melhor 
assinar-alma.alegre@grupos.com.br
 

Transdisciplinariedade:
assinar-misticismo.ciencia@grupos.com.br

Construir 1 MMM – uM Mundo Muito Melhor?
assinar-mundo.melhor@grupos.com.br

Teoria Geral dos Processos

Empowerment e pérolas

Direito Desportivo:

Filosofia oriental e Artes Marciais:

Pensamos melhor quando trocamos idéias...

Ética na política:

Voluntariado e ação social contribuindo para 1 MMM - Mundo Melhor
A eterna e divertida luta dos sexo; participe aqui

Para realizar grandes sonhos necessitamos de... Grandes sonhos! [Hans Seyle]


Aperfeiçoando-nos construímos 1 ü melhor




Os protestos não são apenas contra o transporte caro e DESUMANO "...pessoas  espremidas como em lata de sardinha..." http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2013/06/transporte-caro-e-desumano.html

TGP-T:
O despertar do ensino para os processos de pensamento e de comunicação:
http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2013/08/tgp-transdisciplinar.html