Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Altruísmo aumenta cérebro e sabedoria

A notícia mais lida da semana no site sobre Ciência e Tecnologia:

Altruísmo aumenta massa cinzenta do cérebro

 Porque uma postura altruista (rotineira) pode desenvolver o cérebro?
 A postura altruísta exige uma posição perceptual ampliada em relação a estratégia egocêntrica:
 No dia a dia, todos realizamos incontáveis escolhas.
 Quando são conscientes, as escolhas provocam ponderamos* as opções que desencadeiam.
 Ao decidir, o egocêntrico limita sua análise ao seu próprio interesse.
 O altruísta inclui vários outros fatores em suas ponderações.
 Obviamente, a postura altruísta exige mais do cérebro e o exercício o estimula**.
 Faz sentido?

  Ponderar está saindo de moda?
  A acultura da superficialidade estimula as pessoas a decisões precipitadas, sem ponderação, porque isso aumenta o lucro dos que (entre outras coisas) controlam a informação http://www.padilla.adv.br/processo/pensamento/
** Ao adotar uma postura altruísta, em cada uma das opções que fizer ou, pelo menos, na maioria, o ser irá ponderar os efeitos sobre outras pessoas ou comunidades. A proporção de vezes em que irá ponderar sobre interesses alheio, e a amplitude dessa ponderação, é proporcional ao grau de altruísmo. Quanto maior o grau de altruísmo,  tanto mais atividade exercitando as sinapses e fomentando o seu desenvolvimento.
A atitude altruísta desenvolve um raciocínio não linear: Há várias posições a serem consideradas, e envolve o exame de diversos fatores.
Isto explica porque algumas das pessoas mais altruístas da história humana e que conservaram essa atitude diante de toda sorte de dificuldades comprovadas como as que enfrentaram, como Gandhi, Sidarta, etc., são, concomitantemente, as de lucidez mais intensamente observada...
A propósito, vale o trabalho em anexo de Étienne Bonnot de Condillac (1715-1780). A base de funcionamento dos seres vivos está no "Essai sur l'origine des connaissances humaines", ou Tratado sobre a origem do conhecimento humano, escrito em 1746 contendo a "Teoria das Sensações":
 Piaget só escreveria um século depois. Condillac conjugado ao pensamento do epistemólogo suíço explicaria o dilema atual:  todos os seres vivos (animais, vegetais, bactérias ou qualquer forma de vida) são guiados pela sensação e escolhem aquilo que é "melhor" para si, segundo o entendimento.



 A base da escolha está uma questão simples:
 Evitar o que aprendemos a acreditar ser "ruim" e nos aproximar do que aprendemos a consider "bom".
 Basicamente, é uma das máximas da transdisciplinar NLP criada por Bendler et Alli:
 Toda escolha decorre de uma boa intenção - "boa" no sistema de crenças de quem toma a decisão...

 Assim, tudo se reduz a uma equação para maximizar o "prazer" e minimizar a "dor", conforme os sistemas de crenças e valores de cada um, os quais são padrões aprendidos na vida do indivíduo.

 Por exemplo,  quem "aprendeu" a fazer escolhas masoquistas, agirá diferente de outro que passou por diversos padrões de aprendizado. 

 A escolha não acontece de modo racional porque os seres aprendem, desde cedo,  a deixarem muitas escolhas com o "piloto automático" do inconsciente, para agilizar as escolhas, a qual é uma estratégia necessária para a sobrevivência ao longo da evolução.

 No direito e política, Jeremy Bentham criou a Teoria do Utilitarismo, pouco conhecida por uma conjunção de fatores.
 Como Bentham, uma dos maiores filósofos do Direito, Bonnot de Condillac parece ter sido outro precursor da compreensão do funcionamento da nossa sociedade "moderna" na qual todos os problemas decorrem da manipulação de crenças e valores para que a maioria das pessoas não possa fazer boas escolhas!


 Exemplo disto, a falácia do aquecimento global...

 Supostos riscos climáticos são espalhados para justificar atos e/ou estimular condutas. No caso, a mentira foi criada quando acontecia o fim do tempo de direito das patentes sobre a tenologia do CFC. Os detentores daquelas patentes criaram uma nova tecnologia para geladeiras, com outro gás, o qual não servia nas antigas, e espalharam a mentira para obrigar todos a trocarem de geladeira e eles ganharem zilhões!  Agora, como termina o prazo da patente da tecnologia do CFC, inventaram outra mentira. 
Aquecimento global é uma mentira
para entorpecer os humanos e 
enriquecer os controladores: 


 Outro pilar para a evitar essa manipulação coleta pode ser a compreensão de que os seres humanos atuam em quatro planos:   http://www.padilla.adv.br/crenca


Seguem outras inovações tecnológicas

Sabias que, na UFRGS, o NIETE, Núcleo Interdisciplinar de Estudos Transdisciplinares sobre Espiritualidade da Pró-Reitoria de Extensão da UFRGS, foi criado durante o II Salão de Extensão, constitui-se em um espaço singular de reflexão sobre Espiritualidade no processo de produção do conhecimento?

Altruísmo aumenta massa cinzenta do cérebro
A junção entre os lobos parietal e temporal (amarelo) é fortemente correlacionada com o comportamento altruístico da pessoa.[Imagem: University of Zurich]



Altruísmo no cérebro
Cientistas descobriram que pessoas altruístas apresentam um significativo incremento na massa cinzenta do cérebro.
"Este é o primeiro estudo a relacionar a anatomia do cérebro e a ativação do cérebro humano para o altruísmo," disse Ernst Fehr, da Universidade de Zurique.
"Os resultados sugerem que o desenvolvimento do altruísmo através de um treinamento adequado ou práticas sociais pode ocorrer através de mudanças na estrutura cerebral e das ativações neurais que identificamos em nosso estudo," prevê ele.

Holismo científico
Descobertas recentes das neurociências têm revolucionado o conhecimento que temos do cérebro.
Mas, depois de décadas de determinismo biológico - a crença de que somos o que somos devido unicamente à nossa biologia - a ciência tem timidamente começado a ceder espaço para percepções mais integrais do ser humano.
A descoberta de que o cérebro é altamente adaptável levou a descobertas como a de que as mudanças no cérebro podem ser induzidas voluntariamente, dando sustentação a novas pesquisas na área de psicoterapia e meditação, entre outras, abrindo caminho para terapias não-medicamentosas de alta eficácia.


O presente estudo não se insere diretamente nessa linha, mas lhe dá um forte suporte experimental.

Empatia e altruísmo
Pessoas com elevada empatia e capacidade de compreensão dos outros são mais altruístas.
Por sua vez, a capacidade de compreender as perspectivas dos outros já havia sido previamente associada com a maior atividade em uma região do cérebro conhecida como a junção temporoparietal.


Com base nestes resultados passados, Fehr e sua equipe levantaram a hipótese de que o tamanho da junção temporoparietal e seus níveis de ativação poderiam dar pistas sobre diferenças individuais quanto ao altruísmo.
A interpretação subjacente é de que o altruísmo é a empatia posta em ação, assim como a caridade é o amor em movimento.
As imagens de tomografia cerebral não deixaram dúvidas: quanto mais difícil é o ato altruístico - o experimento envolvia dar até todo o seu dinheiro para os outros - maior é a ativação da junção temporoparietal, algo não percebido naqueles que simplesmente preferem ficar com seu próprio dinheiro.
Além disso, essa maior ativação é suportada por uma junção temporoparietal fisicamente maior.

Treinando o altruísmo
"Nós elucidamos a relação entre o hardware e o software do comportamento altruístico humano," comemora Yosuke Morishima, coautor do estudo.
"Esses resultados são muito entusiasmantes para nós. Entretanto, ninguém deve ir logo tirando a conclusão de que o comportamento altruístico é determinado apenas pelos fatores biológicos," alerta o Dr. Fehr.
Segundo ele, os resultados levantam a questão fascinante de se é possível promover o desenvolvimento de regiões cerebrais que deem suporte ao comportamento altruístico.
A meditação parece ser um bom ponto de partida para tentar responder essa questão:

Fonte: Notícias mais lidas da semana no Site Inovação Tecnológica:
Altruísmo aumenta massa cinzenta do cérebro*


----- Original Message -----
Sent: Friday, July 13, 2012 6:01 AM
Subject: Site Inovação Tecnológica - 13 JUL 2012



Aparelho de baixo custo controla computador com os olhos

Fabricado com equipamentos comprados no comércio, o aparelho de US$60 monitora com exatidão o movimento dos olhos, incluindo a "profundidade do olhar".    Leia mais...

Farol inteligente deixa chuva invisível

O farol antichuva redireciona continuamente os raios de luz para que eles passem entre as gotas de chuva, tornando a água praticamente invisível.    Leia mais...

Cerebelo artificial humaniza movimentos de robô

Pesquisadores espanhóis desenvolveram um cerebelo artificial que controla um braço robótico com uma precisão quase humana.    Leia mais...

Disco histórico toca novamante a partir de uma fotografia

A imagem tinha resolução suficiente para identificar os sulcos que representam as ondas sonoras registradas no disco.    Leia mais...

"Cooler" aerodinâmico retira calor silenciosamente

Uma nova tecnologia para extração de calor consegue esfriar de processadores de computador a aparelhos de ar-condicionado industriais.    Leia mais...

Brasileiros desenvolvem queima de cerâmica em forno de micro-ondas

Enquanto no método convencional a queima leva cerca de 18 horas, no forno de micro-ondas o processo é feito em 24 minutos.    Leia mais...

Hubble descobre quinta lua de Plutão

A equipe se disse intrigada em como um planeta tão pequeno pode ter uma coleção tão complexa de satélites.    Leia mais...

Pinças acústicas capturam e movem organismos com ultrassom

Um dispositivo do tamanho de uma moeda consegue manipular seres vivos microscópicos usando ondas de som.    Leia mais...

Verme vive melhor no espaço que na Terra

O pequeno nematoide "desativa" sete genes que o fazem viver mais no espaço do que aqui embaixo.    Leia mais...

Encontradas galáxias escuras do Universo primordial

Foram encontradas pela primeira vez galáxias escuras, uma fase inicial da formação de galáxias prevista teoricamente mas que, até agora, nunca tinha sido observada.    Leia mais...


NIETE
Núcleo Interdisciplinar de Estudos Transdisciplinares sobre Espiritualidade
da Pró-Reitoria de Extensão da UFRGS
Criado durante o II Salão de Extensão, espaço singular de reflexão sobre Espiritualidade no processo de produção do conhecimento.



Como os desumanos dominaram até agora?

 O que fazer para a Humanidade retomar o controle planetário? 


  A luta humana contra a desinformação psicopata:

 A Hipnose em Massa:



 A origem de todo o mal:




Imobilidade programada: para te multar tem 100
e nenhum para proteger?


Outros tópicos da teia de paradoxos
e do combate à desinformação:




Para acessar outros arquivos na Rede de Conscientização:

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Bolsonaro estupro e Sonette Ehlers


 O estupro é um ato hediondo e merece severa punição porque é preciso reprimi-lo. Sonette Ehlers, por exemplo, talvez mereça ser indicada ao Prêmio Nobel da Paz por ter baixado a zero o índice desse crime após ter inventado um equipamento anti-estupro. 
 O chamam de "preservativo feminino anti-estupro", um erro, pois induz uma falsa idéia de ser descartável. Contudo, ao contrário do preservativo cuja função é facilitar o prazer do sexo com segurança, este dispositivo desencoraja o sexo mediante o risco de lesão ao criminoso.
 O novo aparelho assemelha-se a um diafragma: quando a mulher necessitar transitar por áreas de risco, o coloca. Depois, o retira, higieniza, e guarda para novo uso. Abaixo, descrevemos o aparelho.
 Antes, contudo, é preciso dar um jeito no Brasil onde o Deputado Federal o qual apresentou o Projeto querendo punir o estupro como crime hediondo, aumentar a pena e reduzir a menoridade penal, está sendo processado no STF.
  O surreal é decorrer de pedido de uma inversão de valores e de papéis. Tudo começou quando o deputado autor do projeto e, portanto, um defensor das mulheres, foi acusado de ser estuprador. A acusação foi da Deputada Federal Maria do Rosário chamando o seu colega de "estuprador" sem a menor provocação!
 A deputada imputou uma conduta criminosa; isso não aconteceu no calor de uma discussão e sim foi uma iniciativa unilateral dela a qual repetiu a acusação calma e friamente, ao responder "É sim" quando o deputado lhe perguntou "Agora sou eu o estuprador?".
 Isso denota conduta deliberada.
 Em resposta, tudo o que o ofendido fez foi uma piada a qual podem achar ser de mau gosto. Contudo, interpretar o fato como apologia do estupro é uma estultice logicamente inviável.



 Frise-se o Deputado Bolsonaro não haver dito que a sua colega MERECIA ser estuprada, o que seria apologia ou incitação ao crime - aliás, fato cometido pelo sr. Paulo Ghiraldelli contra a apresentadora Raquel Scheherazade.
 
Deputado Bolsonaro  disse apenas que a sua colega NÃO O MERECIA.
 Como a sra. Maria do Rosário nem é tão feia assim se comparada, por exemplo, a outras militantes da esquerda, evidencia-se o humor irônico na resposta à injusta agressão que sofreu. Sem dúvida, foi um chiste, uma observação sarcástica de ordem estética e nada mais.

 Ademais, a fala do deputado Bolsonaro inclui-se, inegavelmente, nos dois tipos de atenuantes da lei brasileira nos crimes contra a honra:
  (a) se a ofensa é emitida EM REVIDE a uma ofensa anterior;
  (b) se é emitida IMEDIATAMENTE após a ofensa.

  Por outro lado, a conduta da deputada Maria do Rosário não possui atenuante nenhum; pelo contrário, apresenta os agravantes de deliberação e da ausência de provocação.

 Não há o menor senso de proporções em nivelar a conduta dos dois, muito menos em enxergar maior gravidade nas palavras do deputado Bolsonaro do que nas da deputada Maria do Rosário. Pior que isso, é pretender punir o inocente e nada fazer contra a infratora.

 A inversão da escala de julgamento torna-se ainda mais intolerável quando se conhece o contexto da discussão.

Jair Messias Bolsonaro propugna penalizar o estupro como crime hediondo visando proteger às mulheres.
Os falso humanistas incentivadores do mal são contrários à aprovação da medida.

 O deputado Bolsonaro estava apresentando um projeto de lei pretendendo punições mais graves para os estupradores e reduzindo a maioridade penal de modo a poder atingir tipos como o Champinha, um dos estupradores e assassinos mais cruéis que este país já conheceu. Ele sequestrou, estuprou durante uma semana e depois degolou uma jovem de 17 anos que estava passeando com o namorado o qual também foi assassinado.

 A sra. Maria do Rosário, em contraposição, defendia privilégios legais para os Champinhas da vida. E ela ainda queria posar de humanista!

 As palavras que ela disse ao sr. Bolsonaro revelam um esforço perverso de INVERTER o sentido dos acontecimentos, fazendo do sr. Bolsonaro um apologista daquilo que ele combatia e ela protegia.

 Sob qualquer ângulo que se examine, a investida geral da mídia contra o sr. Bolsonaro está acobertando a conduta criminosa da sra. Maria do Rosário e falsificando a realidade do que se passou.



Quantos crimes poderão ser evitados
reduzindo a menoridade no estupro?
Liana Friedenbach (foto) foi estuprada durante toda uma semana e degolada com um facão cego. Sabe o que aconteceu ao seu estuprador?! NADA! Por que tinha 17 anos.
Sabe quantas manifestações de revolta aconteceram em redes sociais e nas páginas supostamente “feministas”, como a “Quebrando o Tabu” ou “Feminismo sem demagogia”, pedindo justiça para a Liana e seu namorado assassinados???
Nenhuma! A “revolta feminista", portanto, é um engodo? Todas manifestações são direcionadas para criar problemas e não para solucionar. Maria do Rosário e outros falso-humanistas que impedem a aprovação da redução da maioridade idade penal e aumento de pena para crimes de estupro acusam o Deputado Jair Bolsonaro, um dos defensores da proteção das mulheres, de estuprador. Muita hipocrisia!


Notastes? É o mesmo padrão: os falsos humanistas acusam do mal quem, ao contrário, quer construir um mundo melhor!



 Dar às palavras do deputado Bolsonaro o sentido de que "estupro é matéria de merecimento" é transmutar um sarcasmo em afirmação literal e expressão formal de um juízo de valor.

 Se aceitamos esse tipo de manipulação da linguagem e ainda queremos fazer dele a base para uma condenação judicial, então fica difícil criticar o mesmo expediente quando
usado pelos petistas.




Segundo a logica “Maria do Rosário”, se alguém for chamado de ladrão e responder ao acusador: "Não vou te roubar porque você não merece" a vítima será processada por apologia ao roubo enquanto o acusador nada sofre? RIDÍCULO, não achas? STF ou STV, o Supremo Tribunal da Vergonha?

  A escancarada perseguição ao Deputado Bolsonaro reintroduz a questão:

 Os movimentos de esquerda usam falácias humanistas para perseguir quem (ousa!) PENSAR!
  Agem de forma dissimulada e covarde. Infiltraram-se nas instituições e dominaram a mídia e a internet. Atualmente, 150.000.000 pessoas estão sendo perseguidas, milhões são assassinadas, apenas por acreditarem em Cristo. Por que não há manchetes disso na imprensa?
 No Brasil, a esquerda das universidades públicas pratica espetáculos de horror. Exemplo, no campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília (UnB) cinco ou mais jovens protagonizam cenas de violência na terça-feira (7/6/2016) contra um outro aluno hasteou uma bandeira no andar superior do Instituto de Ciências Centrais, o Minhocão.
 Eram estudantes ou uma matilha de orcs covardes? Atacaram o outro estudante só porque ele segurava uma bandeira da Casa Imperial do Brasil em apoio à monarquia.
 As universidades federais e estaduais tornaram-se ambientes alheios à civilização devido à esquerdiotização. A doutrinação criou ordas de "psicoPaTetas" acreditando serem “revolucionários” embora não passem de marionetes repetindo o jogral reptiliano. Prova disso, usarem palavras cujo significado sequer conhecem pois, agindo como fascistas, acusam de fascista quem defender a Verdade.

 A vida humana gira em torno das emoções sendo, através delas, que os mutantes tem nos manipulado.
 Os psicopatas criaram uma espiral de silêncio e desinformação onde proliferam as suas mentiras.  Para os combater, uma boa idéia é defender a Verdade acima e antes de tudo mais como pregava Miguel de Unamuno.



 A bandidagem manipuladora exacerba a sexualidade espalhando a idiotização e a desinformação. Tudo regado à hipocrisia dos falso-humanistas.


  O STF está sendo usado para promover a acultura do medo e da superficialidade.

Fenômenos sociais são pendulares
e sujeitos a retrocessos:
 Leia mais em https://docs.google.com/document/d/12-Ckq52mHHczGjyzJh1Vy1_-5HuxOc7wK2If9nBXTMI/edit?usp=sharing


Na África do Sul, um em cada quatro homens cometia estupro.


O estupro tornaram-se endêmicos na África do Sul, onde um em cada quatro homens já praticou violência sexual. Até que uma técnica da área médica, Sonette Ehlers, após trabalhar com vítimas de violência há bastante tempo, desenvolveu um produto.

A sul-africana nunca se esqueceu de uma vítima de estrupo dizendo "Se ao menos eu tivesse dentes lá embaixo." Algum tempo depois, chegou ao hospital no qual Ehlers trabalha um homem com dores terríveis por conta do zipper que fechar sobre o pênis. Combinando as imagens impactantes, desenvolveu um produto chamado Rapex ou Rape-aXe.



 O produto parece um tubo, com fisgas dentro. A mulher o coloca como um absorvente interno, através de um aplicador e qualquer homem que a tentar estuprar irá se rasgar com as fisgas e precisará ir a um hospital para remover o Rapex.
http://hypescience.com/medica-inventa-camisinha-feminina-%E2%80%9Ccom-dentes%E2%80%9D-para-evitar-estupros/

Quando os críticos reclamaram tratar-se de uma punição medieval, Ehlers replicou: "Uma punição medieval para uma atitude medieval."

 

 A idéia de haver dentes num lugar inesperado é aterrorizante a qualquer homem e, segundo a inventora, a simples idéia de que esse mecanismo está em uso inibe a ação de estupradores. Depois da apresentação do produto, uma das regiões mais violentas ficou três meses sem registro de violência contra mulher!


 Cheia de farpas na parte interna e, depois que "morde" só solta com ajuda médica. Daí, além do desconforto de ter seu órgão genital perfurado, o homem também terá que conviver com o estigma de estuprador.



 O produto pode inibir a ação assassinato após o estupro na medida em que o mecanismo facilita a localização/identificação do assassino.

Site da criadora: http://www.antirape.co.za/



- Original Message - From: Jâne Róssi  Sent: Sunday, April 07, 2013 12:02 PM Subject: PRESERVATIVO FEMININO ANTI-ESTUPRO: FANTÁSTICA DEFESA CONTRA ESTUPRADORES. PRECISAMOS SABER ONDE ADQUIRI-LOS? EXISTE NO BRASIL?








*  O medo é um dos principais combustíveis da corrupção, sabias?  Até literatura sofre o domínio pelo medo, revela recente pesquisa: http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=livros-falam-cada-vez-menos-emocoes&id=8682&nl=sit 
  Esta geração cresceu sob a influência da acultura da superficialidade, e acreditam que viver cercados de paradoxos e com medo é "normal".



     Os jovens, em geral, dispõe de mais tempo, energia e motivação que os adultos. Em 1968 eles se mobilizaram e mudaram o mundo!

    Para evitar que os jovens voltassem a se mobilizam, os sociopatolobistas desenvolveram a acultura da superficialidade, e disseminaram padrões de comportamentos que minam a saúde da juventude.*

   Quem está dominado pelo medo, não consegue pensar com clareza.
As emoções intensas, como a raiva e o empilhamento de frustrações,  obliteram a capacidade de pensar; http://www.padilla.adv.br/processo/pensamento  
   Para facilitar a manipulação coletiva, os paradoxos cotidianos empilhando frustrações alimentam a raiva, e a insegurança as as tragédias anunciadas o medo, criando a "aldeia global" profetizada por Marshall McLuham ("Os meios de comunicação como extensões do homem" Cultrix, 1969; traduzido por Décio Pignatari de "Understanding Media: The Extensions of Man", New York, 1964, McGraw-Hill).
    Para anular as pessoas decentes, passaram a ser jogadas, umas contra as outras, e foram fomentados os conflitos, desde entre as gerações, entre as classes de um setor (ex: alunos x professores; empregado x patrão), até os mais diversos grupos de interesse.
    A maioria da população acredita em falsas crenças e acha "normal" a inversão de valores.
    Até a imprensa, apesar de composta por pessoas bem intencionadas, incentiva os paradoxos, a perplexidade, e as emoções que limitam;  e não divulga informações que permitiriam que a população pensasse com clareza, especialmente com relação à saúde:     Para que o corpo e o cérebro funcionem mal, dificultando ainda mais o raciocínio e facilitando a manipulação, a população tem sido entupida de toxinas.


   As multinacionais de medicamentos controlam a formação dos profissionais de saúde, treinando-os a acreditar que a única verdade são as informações incompletas ou manipuladas que recebem em congressos, revistas e livros patrocinados pelos laboratórios. Acham "normal" receitar fármacos que reduzem os sintomas, sem investigar as causas da disfunção e, o pior, ignorando os efeitos colaterais que, em muitos casos, são graves e matam. Exemplo: A pressão é tratada com remédios que causam insuficiência renal!
   Uma infecção grave, como a tuberculose, demanda tratamento. Contudo, ante qualquer infecção, antibióticos são prescritos, sem investigar a causa e, na maioria das vezes,  sem necessidade. Infecções brandas são geralmente causadas por bactérias presentes em nosso organismo e que aproveitaram a ineficácia do sistema imunológico. A população não sabe que basta água com ph alcalino para o sistema imunológico voltar a funcionar. A água e os alimentos ácidos impedem o funcionamento do sistema imunológico: 
http://padilla-luiz.blogspot.com/2016/03/alimentacao-longevidade-cerebro.html
   Basta restabelecer o ph do organismo, e o sistema imunológico volta a funcionar a acaba com o germe. O sistema imunológico pode também ser potencializado com recursos naturais, que vão da homeopatia, aos alimentos ricos em ácido láurico, o mais eficaz antimicrobiano e anti inflamatório natural, abundante no leite materno e na gordura de coco;  Estudos comprovam que as populações que consomem coco apresentam baixíssimo nível de infecções. Quem não consegue seguir uma dieta rica em Vitamina C presente em verdes intensos crus, pode suprir com time released (liberação lenta). Uma limonada suíça (batida com as cascas e mel) contém vitamina C e ativa as reservas alcalinas.
    A causa do CANCER, por exemplo, é conhecida desde 1931 quando Otto Heinrich Warburg (1883-1970), foi agraciado com o Prêmio Nobel de Fisiologia/Medicina ao descobrir que o câncer só se desenvolve num meio ácido http://www.sciencemag.org/content/137/3523/30.extract  O câncer não sobrevive no meio alcalino. Contudo, não divulgam essa informação e ainda entopem o povo com alimentos ácidos. Querem doenças desnecessárias para lucrar vendendo remédios e tratamentos!  A maioria das doenças é decorrente dos distúrbios alimentares. A acultura da superficialidade inverte valores, distorce a realidade e induz a uma dieta da morte. Espalharam a falsa crença de que o aleitamento materno pode ser substituído por industrializados, privando a criança do melhor dos alimentos; A maioria dos alimentos industrializados intoxica, entorpece e mata porque, além de ácidos, contêm toxinas que desequilibram o organismo.
   Açúcar não é um alimento encontrado na natureza: É o aditivo químico mais barato, também chamado de sacarose. Embora se sabia que causa 147 doenças, está embutido em 80% dos alimentos industrializados; em alguns, como nos achocolatados, mais de 60% é açúcar; para aumentar o lucro, usam açúcar até para aumentar o volume das cervejas:  http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2013/05/porque-escondem-que-o-acucar-causa.html
   A população é induzida a acreditar que não existe alternativa. Se o povo tivesse acesso a informações poderia escolher um tratamento adequado para restabelecer sua saúde. As informações são sonegadas e, quando uma pessoa tem algum problema, cai na arapuca do labirinto da morte. Antibióticos até podem matar o germe; contudo, matarão outros mais, que compõe o ecossistema corporal, desencadeando um caos, já pelo sistema digestivo. 
  Quem cai na armadilha da quimioterapia alopática pode jamais voltar a desfrutar de saúde, que consiste no equilíbrio do organismo! Cada fármaco provoca efeitos colaterais, desequilibram e desencadeiam disfunções tratadas com uma sucessão de medicamentos para os novos problemas que a pessoa não teria, se não tivesse evitado essa armadilha. Em algum tempo, a vítima do engodo dependerá de um cipoal de remédios para "tratar" os sintomas dos distúrbios, os quais não teria desenvolvido fora desse sistema.
  Está provado que a exposição ao fluoreto reduz a função cerebral. Contudo, esse lixo tóxico é adicionado à água tratada da maioria das cidades, sob a desculpa de prevenir cáries; querem, na verdade, reduzir a capacidade intelectual: http://bit.ly/fluor-envenena   

  A população inculta e entorpecida é fácil de manipular, vive em uma escravidão disfarçada.
  ACORDAR gente! Chega de sermos entupidos de toxinas para enriquecer as multinacionais que controlam até a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Em novembro de 2011, proibiu a venda de suplementos alimentares com "aloe vera", a popular "babosa", alegando que o fitoterápico não possuiria estudos conclusivos que demonstrem a dosagem não prejudicial à saúde humana. Contudo, a planta possui comprovados efeitos anti-inflamatórios e anti-oxidantes, de acordo com estudos feitos em diversas universidades por todo o planeta, inclusive na UNICAMP - que adotou uma mistura homogeneizada de babosa e mel, obtendo efeitos redutores dos tumores cancerígenos dos animais alimentados com o produto: http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=composto-mel-babosa-contra-cancer&id=5995


   


  No Brasil, vivemos sob a disfarçada escravidão da acultura da superficialidade; Impostos excessivos e corrupção; as pessoas decentes viram engrenagens da cadeia de produzir riquezas:http://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150197374338823.314810.714013822&type=3&l=e83501d7e5

    Dai a importância de praticar meditação e artes marciais, que desenvolvem o raciocínio espacial e a capacidade de percepção, e ainda ensinam a controlar o medo e as emoções, tornando a pessoa menos propensa a ser manipulada.  Acorde sobre como tudo isso tem sido feito para nos manipular  http://www.padilla.adv.br/processo/pensamento/superficial/




O psicopateta acusa o decente daquilo que o psicopata faz!

 É patético assistir algumas pessoas atestando, publicamente, um preocupante grau de idiotização ao qual se permitem conduzir e manter quando, portando estampas e símbolos ou ou vestindo imagens dos piores ditadores e assassinos da história humana, pretendem ofender quem combate a esquerdiotização (idiotização esquerdista) com palavras como fascista cujo significado ignoram obviamente.
 Jair Messias Bolsonaro é acusado de torturador por homenagear Carlos Alberto Brilhante Ustra, um protagonista da repressão ao terrorismo. Afinal, quem foi essa pessoa? Conheça a "A Verdade Sufocada" descobrindo os verdadeiros heróis e os bandidos escondidos dissimulados sob uma pele de cordeiro https://docs.google.com/document/d/1z536Zet9n4aRJpB52GJWa8FX1rvvc1asFd_aQzWgRII/pub
 Procure descobrir a verdade por trás de acusações. Não se contente com os adjetivos: malvado, torturador, preconceituoso, etc. Invista um tempo para investigar os fatos evitando ser envolvido nas mentiras desse gente capaz de tudo.
Conheça a nossa história:   http://bit.ly/Prof_PADilla
  Aliás, melhor ainda: vamos conhecer esses mutantes? Como os identificar e evitar suas armadilhas? Verás, a seguir, como é fácil entender essas mentes perigosas capazes de coisa assim:
psicoPaTas como manipulam.jpg

 A diferença entre humanos e mutantes:

   Quando começamos a despertar para a presença dos mutantes, enfrentamos real dificuldade para entender como alguém pode ser assim tão mal?  Aparentemente, os mutantes habitam um corpo idêntico ao nosso e ainda fingem serem como nós! Contudo, há diferenças e podemos as reconhecer.
   Da diferença fisiológica:
   No funcionamento do corpo da nossa especie, home sapiens, um dos principais fatores é o disparo de neuropeptídios e a liberação de endorfina.
 Nós, os humanos, apreciamos as sensações decorrentes dessas químicas e ficamos “viciados” nas emoções porque elas potencializam o disparo de neuropeptídios e a liberação de endorfina. Isso explica os interesses por determinadas atividades do esporte à gastronomia passando por inúmeros tipos de gostos. Embora haja uma contextualização factual, todos agem em busca das emoções.

     Emoção é o núcleo, o vórtice, a essência da vida humana! Veja como é a interseção dos 4 planos de atuação na sociedade sob enfoque a TgpT-DD apresentada em Salamanca/Espanha


   Os mutantes, todavia, não sentem emoções - embora finjam senti-las para nos enganar!
  Os mutantes são incapazes de experiência emocional e o que os move são as sensações. Os mais perigosos são os “viciados” na sensação de poder sentida quando nos manipulam. Os psicopatas gostam de ganhar dinheiro porque associam fortuna com poder proporcionando-lhes a sensação de prazer.
erros aprender com eles.jpg

 Da diferença do processo de pensamento:
  O processamento do mutante parece mais rápido do que o do Humano. Quando quer algo, o psicopata pensa em um jeito de conseguir e coloca o seu plano em ação.
  O processamento intelectual humano é muito mais demorado e complexo por causa de uma etapa denominada “juízo de valor” automatizada examinando cada alternativa. Funciona similar a um antivírus no computador: cada alternativa, inclusive de pensamento, é filtrada. Por isso há coisas que você sequer chega a pensar porque tudo, inclusive o que pensamos conscientemente, é analisado por esse mecanismo verificando as consequências das variáveis envolvidas nas alternativas. As vezes, um humano simplesmente não consegue decidir, ou porque (ainda) não possui informações suficientes ou há um conflito ecológico. Por isso, é comum pedir um tempo para pensar. Esse mecanismo foi desenvolvido ao longo de um milhão de anos durante os quais o juízo de valor foi o fator preponderante para nossa sobrevivência como espécie.
 Por outro lado, como o mutante não examina as consequências e nem analisa as variáveis envolvidas, decide rapidamente. A rapidez lhes permite uma condição vantajosa em debates superficiais e especialmente se permitirem os fatos não aflorarem.
Parecem ser “mais inteligentes” quando apenas são perigosos. O psicopata é um risco permanente ao bem estar geral (ecologia). Tal e qual um computador sem proteção, o mutante vai causar problemas!
 Apesar do desenvolvimento tecnológico permitir alcançarmos uma vida de conforto, paz e progresso a toda humanidade, grande parte das nações enfrenta um cipoal de problemas devido ao amplo predomínio psicopata nos processos decisórios das últimas décadas. Só mentes malignas são capazes disto:

 Caberá à geração índigo e cristal mudarmos a face da Terra e acabar com o domínio psicopata.
https://docs.google.com/document/d/17bFqNZl9_eWsvm5vgOXHiEj3LhTeHYzs29Kd-SW2adU/pub
Da terceira diferença dos mutantes:
Além de não realizarem juízo de valor e nem terem experiência emocional - embora, para nos enganar, simulem emoções - os mutantes são incapazes de conexão intuitiva ou espiritual e, portanto, não tem acesso ao processo criativo desencadeado pela sincronicidade entre o processamento intenso de informações e a inspiração. 
Saiba mais em: http://www.padilla.adv.br/crenca/
 Os mutantes consideram os Humanos “primitivos” devido às nossas crenças espirituais as quais, para eles, não fazem sentido e, sobretudo,  consideram-se superiores devido à facilidade de nos manipular através das emoções.
  Como não sentem emoções, são desprovidos de amor, compaixão, remorso, coragem, motivação, etc. e manipulam impiedosamente sem se importar com as consequências.
  Cercam-se de uma entourage idólatra para os proteger (são covardes) e realizar o trabalho (são preguiçosos) e, sobretudo, porque gostam da sensação de poder causada pelo séquito.
 Infiltram-se em organizações educacionais, religiosas e políticas onde, pela natureza funcional, o ambiente facilita a manipulação psicopata que, para melhorar ainda mais as condições de sua atuação, usa as boas intenções para alterar as regras e sistemática de funcionamento visando isolar e dividir permitindo-lhes assumir o controle.
 Viciados na sensação de poder, embora finjam trabalhar pela solução dos problemas, querem aumentá-los porque a carência, assim como a inveja, são pretexto para manipular as pessoas usando a boa vontade e continuar a jogar umas contra as outra.
 Todas as mazelas da sociedade contemporânea decorrem da manipulação sutil das crenças pelos mutantes. Desumanos, são capazes de tudo. Roubar, matar e manipular grandes contingentes causando danos a toda coletividade pela H.E.M., da qual trataremos depois.
 Há décadas, alteram as regras e as práticas da política para criar uma teia de paradoxos afastando os humanos e lhes permitindo dominar. Sempre acenam com boas intenções e, contudo, invariavelmente distanciam-nos delas pois, quando atingirmos o bem estar, esses mutantes perderão a escravidão dissimulada proporcionando-lhes a enebriante sensação de poder na qual são viciados.
 Aprender a reconhecer essas armadilhas ambulantes e suas estratégias de manipulação é o primeiro passo para para construirmos 1 MMM .:. um Mundo Muito Melhor .:.
Entenda e aprenda a perceber a manipulação coletiva http://bit.ly/perigosos  
 Esse par de compilações resultaram de duas décadas de pesquisas cujo 1º registro é dos anos noventa http://www.padilla.adv.br/etica/psico/
 Seja a mudança que deseja ver acontecer no Mundo. Não permita mais ser manipulado!
 Seja intolerante com a manipulação à sua volta:
Colabore para ampliarmos a Rede de Conscientização. Provavelmente, o tempo empresado será um dos melhores investimentos da sua vida!


  H.E.M. - Hipnose em Massa

   O que aconteceu no Brasil, até o início de 2016, foi efeito do povo apático, em estado de letargia pela H.E.M. - Hipnose em Massa com técnicas de marketing de 3ª geração, induzindo falsas crenças e subvertendo os valores. Líderes do PSDB planejaram tudo: simulando oposição ao PT, dissimuladamente coordena com as Farc e demais organismos do crime organizado através do Foro de São Paulo criado por FHC: https://goo.gl/s6QDxP  + http://bit.ly/Avaaz-NOM  + http://bit.ly/BNDs +

    São 4 as estratégias facilitadoras a hipnose coletiva, conheça-as:
 1º. O estado de pré-pânico induzido pela política terrorista do medo: https://vimeo.com/152180430
   2º. O estado de pré-ódio criado  pela política de apartheid acabando com a identidade entre os cidadãos, dividindo a população em grupos opostos e jogando uns contra os outros enquanto incentiva o egocentrismo. O ódio disfarça a falta de fundamento do "falso-humanismo" https://youtu.be/_xy-EDWaMwU  
   3º. O estado de pré-torpor criado pela teia de paradoxos formada por exemplo:
   3.1. Indução ao consumismo desenfreado sem dispor-se de recursos devido a extorsão dos impostos elevados e bitributados porque a população é obrigada a gastar com educacão, saúde, segurança, etc. pagando impostos porque não existem serviços públicos adequados http://bit.ly/impostosEscravidao
 3.2. i-Mobilidade urbana desperdiçando cada vez mais tempo de vida no trânsito contrariando a percepção óbvia de, ao avançar a tecnologia, tudo na vida deveria ficar mais fácil http://bit.ly/imobilidade
    3.3. i-Mobilidade agravada pela repressão ao happy hour (lei seca) e ao uso do celular ao volante, demais das contradições do regramento de trânsito exigindo uso do cinto de segurança ao se deslocar uma quadra a 8 km/h enquanto permite ônibus trafegarem com passageiros em pé e sem segurança alguma.
  3.4. A sexualidade exacerbada em um ambiente de promiscuidade onde os riscos tornam temerário o interagir. Quem possui parceiro, é refreado pelo estresse. O desejo amplificado embora a satisfação seja dificultada ampliam a ansiedade.
  3.5. Insegurança apesar das tecnologias cada vez mais baratas de monitoramento por rede de câmeras e fiscalização por drones vigilantes com teaser acionados da central permitam acabar com praticamente toda a violência na área pública urbana. http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2015/01/dissimulada-ditadura-psicopata.html
  3.6. Embora incumba-lhe o dever de garantir a segurança e a paz social, o governo terrorista promove a criminalidade mediante políticas desumanas de defesa dos bandidos, perseguição às polícias e abandono das vítimas ampliando a desordem, a ilicitude e a injustiça.

A acultura do medo é programada:


  4º. A política de saúde pública terrorista transgênica e tóxica reduzindo a capacidade intelectual da população http://bit.ly/fluor-envenena
 Com tanta coisa errada, a capacidade cognitiva e de mobilização do povo é reduzida. A pessoa acha “normal” não querer pensar nessas incomodações e se deixa levar pelas distrações porque está aprisionada no holograma da hipnose de massa.
Saiba mais sobre a política de saúde pública terrorista em:  http://padilla-luiz.blogspot.com/2016/03/alimentacao-longevidade-cerebro.html
 Isso tem saída? Sim! Basta cada pessoa consciente começar a interagir - um a um - com os hipnotizados aproveitando (ou provocando!) encontros casuais: na fila do supermercado, na saída do culto, na entrada dos hospitais, etc.
 Para conseguir retirar uma pessoa desse estado de torpor é necessário o contato pessoal. Para funcionar com eficácia, siga as dicas de abordagem em http://bit.ly/Abordar  
 Vale a pena dedicar um tempo a entender como abordar para despertar! Será um dos melhores investimentos que poderás fazer para salvar o pais (e a humanidade pois o Brasil é continental e estratégico para desencadear o caos global)
 Em cada aspecto, os links ampliam as informações e os fundamentos: são vídeos e páginas do blog ou do portal iniciado a mais de duas décadas. Você, apesar de procurar estar bem informado, ainda não conhecia porque a NOM implementa, desde os anos sessenta, uma sucessão de estratégias de desinformação incluindo o assédio, bullying e assassinato de reputação contra quem ousa se opor à idiotização coletiva!

Ao definir os padrões comportamentais patriotas, aceleramos a identificação dos falsos que estão no meio de nós atrapalhando! Confira sugestões do tópico 7 em http://bit.ly/Infiltrad
  acorda   certo errado espiral silencio.jpg

  Note: é preciso conscientizar as pessoas fora dos grupos patrióticos. Aprender a abordar as pessoas que você (ainda) não conhece. Saiba como: http://bit.ly/Abordar