sábado, 28 de outubro de 2017

CREF

CREF proibido de “fiscalizar” - leia-se: cobrar anuidade e taxas - dos profissionais de Artes Marciais, Dança, Yoga e de instrutores de outras atividades corpóreas. https://docs.google.com/document/d/1PPHXvKD5r4WJy2i-7NFoiy91ArZnxQx0IND8W8-WLeU/pub
0s 4 planos nos quais humanos atuam.jpg

Quadro de atualizações:
Procure, na primeira linha do quadro abaixo, a indicação existir atualização sobre a matéria ainda não incorporada neste blog. Se houver, estarão destacadas no início do quadro! Caso contrário, a primeira linha será "Blog atualizado:"

http://bit.ly/cref-5gw    No final dos anos noventa, foi regulamentada a atividade de Professor de Educação Física e criados os CONFEF e CREFs.
Os controladores globalistas - os quais vinham promovendo a infãmia-descrédito e procurando sufocar as artes marciais - confira http://bit.ly/sindiplam - convenceram as lideranças da educação física a ampliar a arrecadação de taxas e anuidades submetendo as artes marciais, dança e yoga, a esfera de atuação dos CREFs.
 Por trás da sanha arrecadatória, os globalistas procuravam criar uma forma de estancar o crescimento da prática das artes marciais.
As artes marciais desenvolvem personalidade ativa e perceptiva, focada na evolução, cuidadosa com a própria saúde e imune ao estado de torpor pré-pânico da acultura do medo e da superficialidade com a qual os 2% mutantes tem imposto essa escravidão dissimulada mediante impostos extorsivos sobre um consumismo desenfreado, uma verdadeira ditadura da desinformação, das falsas crenças e inversão de valores!

 Como e por que os globalistas esconderam o caráter pedagógico das Artes Marciais promovendo sua infâmia e tentando, de todas as formas, reduzir a prática: http://bit.ly/sindiplam

Para quem, desde os anos 80, trabalha o desenvolvimento das regras de Karate para dinamizar - com beleza plástica e emoção - como um dos mais justos e equilibrados esportes e, disparado, o mais seguro de luta, é o sinal para prosseguirmos formando bons instrutores: http://bit.ly/karate-olimpico  

   Professor Padilla lutou, a vida inteira - sem nem mesmo saber que esse movimento existia - contra o Globalismo. Não sabia que lutava contra alguém, nem imaginava que pudesse haver pessoas tão más capazes de fazerem isso. Nem passava pela cabeça lutar contra os interesses de mega corporações. Apenas agia conforme o senso de justiça e contra o que entendia ser incorreto.
 Por isso, combateu o lucro desmedido das multinacionais de medicamentos quando, após elas criarem a AIDS em laboratório, passaram a cobrar preços extorsivos pelos medicamentos para combater essa doença que haviam criado. Em 1997, cobravam o equivalente a mais de dois mil dólares mensais por pessoa infectada. Hoje, não há dúvidas que as empresas criaram o HIV para turbinar os seus lucros porque, na década seguinte, essas mesmas empresas criaram o vírus H1N1, combinação de um vírus só existente nos seus laboratórios, com o de um animal, entre outras barbaridades como colocar metais pesados em vacinas desencadeando o autismo e outras enfermidades. Ademais, entre surgir o alarmismo da HIV e começarem a vender o coquetel, o lapso de tempo foi muito curto para aprontarem aquilo. Em 1997, era absurdo o Poder Público pagar 2 mil dólares mensais para medicar um aidético sem certeza de curar quando não fornecia nem mesmo vacinas e, muito menos, os medicamentos capazes de evitar 50 mil mortes por ano. Morriam 50 mil pessoas por ano de tuberculose, pneumonia e outras moléstias curáveis porque não dispunham de acesso a medicamentos cujo preço era 50 vezes inferior ao do coquetel anti HIV.
 Antes disso, iniciando em 1995, o Professor Padilla impediu os controladores vendedores dos transgênicos de assumirem o controle da produção de alimentos ao ao evitar que fosse privatizado o sistema Emater-Ascar de Assistência Técnica Rural.
 Professor Padilla já estava na mira dos globalistas desde 1993 quando denunciou a farsa, anunciada por FHC de que acabaria com a inflação: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/1994/06/porque-existe-inflacao.html


  Mesmo sofrendo a perseguição globalista, assédio moral, bullying e assassinato de reputação, o Professor Padilla encampou a luta das Artes Marciais e, vencendo a divisão entre as modalidades, aglutinou-as e desenvolveu e editou a fundamentação através da qual as Federações Esportivas de Artes Marciais, Esportes de Luta, Yoga e Dança do RS desencadearam a atuação do MPF/RS originando o ajuizamento da ação civil pública derrubando a exigência ilegal: http://www.padilla.adv.br/cref/absurdo  Ninguém, nem mesmo as pessoas de sua família, ou os amigos mais antigos, tiveram uma noção do quanto o professor Padilla sofreu, calado, nessa perseguição, assédio, assassinato de reputação, etc, realizados de forma dissimulada e disfarçada...       Este ano de 2017, veio a público que essas megacorporações cujos interesses ele contrariava possuem departamentos especializados em assassinar reputação de quem ameaça os interesses delas!   O assassinato de reputação e a “desidratação financeira” são as principais estratégias dos falso-humanistas financiados pelas megacorporações contra as potenciais lideranças e conscientizadores...  http://www.anovaordemmundial.com/2015/04/funcionario-da-monsanto-admite-que-existe-um-departamento-para-desacreditar-cientistas.html
A tentativa de controle, de encontro à autonomia das Federações Desportivas, esbarrou em pessoas corajosas que ousaram lutar contra o globalismo.

Professor Padilla foi uma das principais vítimas da perseguição globalista também por essa luta, foi quem redigiu a fundamentação através do qual as Federações Esportivas de Artes Marciais, Esportes de Luta, Yoga e Dança do RS desencadearam a atuação do MPF/RS originando o ajuizamento da ação civil pública derrubando a exigência ilegal: http://www.padilla.adv.br/cref/absurdo
Saiba mais aqui:

 Os CREFs auferiram renda sobre os centenas de milhares de instrutores de Artes Marciais, esportes de luta, dança, yoga, e Capoeira, apesar dos profissionais de educação física não terem formação para fiscalizar o ensino dessas modalidades as quais demandam habilidades específicas e cujo aprendizado é muito mais trabalhoso e demorado do que o curso de licenciatura em educação física.    Numa comparação grosseira, seria algo como pretender exigir de médicos a formação em enfermagem.

  Globalismo pilota a forma do CREF atuar, dividindo os professores e prejudicando o ensino?
 
  CREF divide os professores como registra o CEV EF Escolar, Comunidade Educação Física Escolar https://padilla-luiz.blogspot.com/2013/12/cref-prejudica-sistema-de-ensino.html
  A divisão, obviamente, fragiliza a categoria.
  Isso, por sua vez, facilita o desmanche do Sistema de Ensino.
  Considerando o plano globalista de idiotizar a população envolver o desmanche do ensino...
  É certo que os controladores tem interesse na forma de atuação do CREF. A dúvida é se os globalistas permitiram a regulamentação da profissão de educação física porque podiam prever que pilotariam a essa forma de atuação? Ou foram os globalistas quem, desde o início, armaram esse formato desagregador?
 Saiba mais sobre o plano de desmanchar a educação aqui:

Teoria da Dependência Econômico-Cultural e o desmanche do ensino https://t.co/WnvCOV0hTq
https://docs.google.com/document/d/e/2PACX-1vTEVOWPqltT2XrSfaAHqA9Ah5M1vjEa6pJS-2gtfFEMrZCIshFCVueEMkAqzQVQ9FRq23cqXObA8-VE/pub


No Estado do Rio Grande do Sul, a intenção do CREF foi obstada por liminar confirmada em todos graus de Jurisdição, vedando ao Conselho de Educação Física qualquer tipo de ingerência, direta ou indireta, sob pena de multa de R$ 10.000,00.
Quem se sentir pressionado, pode formalizar reclamação perante a Federação Desportiva ou diretamente ao MPF – Ministério Público Federal. Caso não possa ir, encaminhe carta denunciando o fato, fornecendo todos detalhes: data e hora, local, e como aconteceu; indique testemunha(s) [o nome, endereço e telefone da(s) pessoa(s) que presenciou(aram) o fato], etc., para que a autoridade possa adotar as medidas legais.
Pode-se acompanhar o desenrolar dessa luta no antigo portal HTML do professor Padilla, criador da disciplina de Direito Desportivo na UFRGS em 1997 - por todos, confira o registro em http://bit.ly/ufrgs-direito/  -  o qual foi quem redigiu o pedido através do qual as Federações esportivas de Artes Marciais, esportes de luta, Yoga e Dança do RS desencadearam a atuação do MPF/RS e originando o ajuizamento da ação civil pública: http://www.padilla.adv.br/cref/absurdo
A liminar foi deferida vedando a ingerência do CREF http://www.padilla.adv.br/cref/liminar
A liminar vedando ao CREF, no âmbito do RS, vigora desde 28/8/2003.
Em longa fundamentação, iniciada às fls. 385, o ilustre Juiz Federal, Dr. Cândido Silva Leal,  qualifica de "absurda" a pretensão do CREF para, depois de fundamentar longamente (são seis laudas em espaço um), veda ao CREF quaisquer exigências.
A liminar foi confirmada na r.Sentença, com 39 laudas, e na r. Decisão dos embargos de declaração, em 5 laudas: http://www.padilla.adv.br/cref/sentenca
A vedação foi confirmada no julgamento do Tribunal Regional Federal da 4ª Região: http://www.padilla.adv.br/cref/trf
A vedação foi confirmada no julgamento do Superior Tribunal de Justiça https://ww2.stj.jus.br/revistaeletronica/Abre_Documento.asp?sSeq=1045437&sReg=200702942227&sData=20110516&formato=HTML o qual, conforme prevíramos, foi mantido no Supremo Tribunal Federal com a seguinte decisão:
RE 647037 / RS - RIO GRANDE DO SUL
                RECURSO EXTRAORDINÁRIO
                Relator(a):  Min. ALEXANDRE DE MORAES
Julgamento: 23/05/2018
Publicação DJe-103 DIVULG 25/05/2018 PUBLIC 28/05/2018
Partes   
RECTE.(S)           : CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FISÍCA CREF/RS
ADV.(A/S)           : FABIANA MAGALHÃES DOS REIS
RECTE.(S)           : CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA - CONFEF
ADV.(A/S)           : CLAUDIO ARAUJO PINHO
RECDO.(A/S)         : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
PROC.(A/S)(ES)      : PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA
       
Decisão
   Trata-se de Recursos Extraordinários interpostos em face de acórdão proferido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.
   Nos apelos extremos, interpostos com amparo no art. 102, III, da Constituição Federal, as partes recorrentes sustentam que houve ofensas a dispositivos constitucionais.
   É o relatório. Decido.
   Os recursos extraordinários somente serão conhecidos e julgados, quando essenciais e relevantes as questões constitucionais a serem analisadas, sendo imprescindível ao recorrente, em sua petição de interposição de recurso, a apresentação formal e motivada da repercussão geral que demonstre, perante o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, a existência de acentuado interesse geral na solução das questões constitucionais discutidas no processo, que transcenda a defesa puramente de interesses subjetivos e particulares.
   A obrigação do recorrente de apresentar formal e motivadamente a preliminar de repercussão geral que demonstre, sob o ponto de vista econômico, político, social ou jurídico, a relevância da questão constitucional debatida que ultrapasse os interesses subjetivos da causa, conforme exigência constitucional, legal e regimental (art. 102, § 3º, da CF/88, c/c art. 1.035, § 2º, do Código de Processo Civil de 2015 e art. 327, § 1º, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal), não se confunde com meras invocações, desacompanhadas de sólidos fundamentos e de demonstração dos requisitos no caso concreto, de que (a) o tema controvertido é portador de ampla repercussão e de suma importância para o cenário econômico, político, social ou jurídico; (b) a matéria não interessa única e simplesmente às partes envolvidas na lide; ou, ainda, de que (c) a jurisprudência do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL é incontroversa no tocante à causa debatida, entre outras alegações de igual patamar argumentativo (ARE 691.595-AgR, Rel. Min. RICARDO LEWANDOWSKI, Segunda Turma, DJe de 25/2/2013; ARE 696.347-AgR-segundo, Rel. Min. CÁRMEN LÚCIA, Segunda Turma, DJe de 14/2/2013; ARE 696.263-AgR, Rel. Min. LUIZ FUX, Primeira Turma, DJe de 19/2/2013; AI 717.821-AgR, Rel. Min. JOAQUIM BARBOSA, Segunda Turma, DJe de 13/8/2012).
   Não havendo demonstração fundamentada da presença de repercussão geral, incabível o seguimento de ambos os Recursos Extraordinários.

   Ademais, as questões colocadas nos apelos extremos já vieram a esta CORTE, que nunca acolheu os argumentos recursais. Nesse sentido:
   “Ementa: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. FUNDAMENTAÇÃO A RESPEITO DA REPERCUSSÃO GERAL. INSUFICIÊNCIA. OFENSA CONSTITUCIONAL MERAMENTE REFLEXA. VIOLAÇÃO À CLÁUSULA DE RESERVA DE PLENÁRIO. INEXISTÊNCIA. 1. Os recursos extraordinários somente serão conhecidos e julgados, quando essenciais e relevantes as questões constitucionais a serem analisadas, sendo imprescindível ao recorrente, em sua petição de interposição de recurso, a apresentação formal e motivada da repercussão geral, que demonstre, perante o Supremo Tribunal Federal, a existência de acentuado interesse geral na solução das questões constitucionais discutidas no processo, que transcenda a defesa puramente de interesses subjetivos e particulares. 2. A obrigação do recorrente em apresentar formal e motivadamente a preliminar de repercussão geral, que demonstre sob o ponto de vista econômico, político, social ou jurídico, a relevância da questão constitucional debatida que ultrapasse os interesses subjetivos da causa, conforme exigência constitucional e legal (art. 102, § 3º, da CF/88, c/c art. 1.035, § 2º, do CPC/2015), não se confunde com meras invocações desacompanhadas de sólidos fundamentos no sentido de que o tema controvertido é portador de ampla repercussão e de suma importância para o cenário econômico, político, social ou jurídico, ou que não interessa única e simplesmente às partes envolvidas na lide, muito menos ainda divagações de que a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal é
incontroversa no tocante à causa debatida, entre outras de igual patamar argumentativo. 3. Tendo o acórdão recorrido solucionado as questões a si postas com base em preceitos de ordem infraconstitucional, não há espaço para a admissão do recurso extraordinário, que supõe matéria constitucional prequestionada explicitamente. 4. Não há violação à cláusula de reserva de Plenário quando o Tribunal de origem se limita a interpretar a legislação infraconstitucional pertinente. 5. Cabe a majoração de honorários advocatícios na forma do § 11 do art. 85 do Código de Processo Civil de 2015, pois a decisão agravada foi publicada a partir de 18/3/2016, e houve estipulação de honorários nas instâncias precedentes. 6. Agravo interno a que se nega provimento. Fixam-se honorários advocatícios adicionais equivalentes a 10% (dez por cento) do valor a esse título arbitrado nas instâncias ordinárias (CPC/2015, art. 85, § 11). (ARE 962404 AgR, Relator(a): Min. ALEXANDRE DE MORAES, Primeira Turma, DJe 06-09-2017)”
   “EMENTA: DIREITO ADMINISTRATIVO. AGRAVO INTERNO EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA. OBRIGATORIEDADE DE REGISTRO. PROFESSORES DE IOGA, DANÇA E CAPOEIRA. LEIS NºS 9.696/1998 E 8.650/1993. AUSÊNCIA DE QUESTÃO CONSTITUCIONAL. 1. A presente causa foi decidida com base na análise de legislação infraconstitucional aplicada à espécie, hipótese que impede o processamento do recurso extraordinário. Precedentes. 2. Inaplicável o art. 85, § 11, do CPC/2015, uma vez que não é cabível condenação em honorários advocatícios (arts. 17 e 18, Lei nº 7.347/1985). 3. Agravo interno a que se nega provimento, com aplicação da multa prevista no art. 1.021, § 4º, do CPC/2015. (ARE 963148 AgR, Relator(a): Min. ROBERTO BARROSO, Primeira Turma, DJe 04-08-2017)”
   “EMENTA: DIREITO ADMINISTRATIVO. AGRAVO INTERNO EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA. OBRIGATORIEDADE DE REGISTRO. INSTRUTOR DE CAPOEIRA. LEI Nº 9.696/1998 E RESOLUÇÃO Nº 46/2000. AUSÊNCIA DE QUESTÃO CONSTITUCIONAL. 1. A presente causa foi decidida com base na análise de legislação infraconstitucional aplicada à espécie, hipótese que impede o processamento do recurso extraordinário. Precedentes. 2. Agravo interno a que se nega provimento. (RE 613522 AgR, Relator(a): Min. ROBERTO BARROSO, Primeira Turma, DJe 06-10-2016) “
   “EMENTA Agravo regimental no recurso extraordinário com agravo. Instrutor de capoeira. Necessidade de registro nos Conselhos de Educação física. Discussão. Legislação infraconstitucional. Ofensa reflexa. Precedentes. 1. A discussão acerca da obrigatoriedade do registro de instrutor de capoeira nos quadros do Conselho Regional de Educação Física, porque dependente da análise de normas infraconstitucionais poderia resultar apenas em ofensa reflexa à Constituição Federal. 2. Agravo regimental não provido. (ARE 949536 AgR, Relator(a): Min. DIAS TOFFOLI, Segunda Turma, DJe 19-05-2016) “
   “Ementa: AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. ADMINISTRATIVO. CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA. PROFESSOR DE DANÇA E ARTES MARCIAIS. REGISTRO. INEXIGIBILIDADE. MATÉRIA INFRACONSTITUCIONAL. OFENSA REFLEXA. 1. Para se chegar a conclusão diversa daquela a que chegou o Tribunal a quo seria necessário o reexame da legislação infraconstitucional. 2. Nos termos da orientação firmada nesta Corte, é incabível o recurso extraordinário por ofensa reflexa ou indireta à Constituição. Precedentes. 3. Agravo regimental a que se nega provimento.
(ARE 897511 AgR, Relator(a): Min. EDSON FACHIN, Primeira Turma, DJe 17-02-2016) “
   Diante do exposto, com base no art. 21, § 1º, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal, NEGO SEGUIMENTO AOS RECURSOS EXTRAORDINÁRIOS.
   Publique-se.
   Brasília, 23 de maio de 2018.

Ministro Alexandre de Moraes
Relator
Documento assinado digitalmente  RE 647037 http://portal.stf.jus.br/processos/downloadPeca.asp?id=314444857&ext=.pdf


Esclarecendo, entende esse Juízo por estabelecimento “similar” aquele que apresente características semelhantes às academias de ginástica, como é o caso das salas personalizadas de atividade física, onde se praticam modalidades de educação física, com utilização de aparelhos e técnicas próprias da educação física. A interpretação do “similar” deve ser restritiva, alcançando apenas aquelas entidades que sejam assemelhadas às academias, como por exemplo as referidas salas personalizadas, em que um professor atende poucos alunos, com horários definidos e fazendo um trabalho mais personalizado. Não cabe extensão desse conceito de similares para alcançar outros estabelecimentos, senão aqueles aqui mencionados. Por isso, dou parcial provimento aos embargos declaratórios para esclarecer que a expressão “similares” contida no item B do dispositivo da sentença de fls. 1950 (e na própria fundamentação) deve ser interpretada restritivamente, incluindo aquelas salas personalizadas de educação física.
...a sentença foi clara em determinar que o Conselho de Educação Física não pode exigir inscrição de “profissionais de dança, ioga e artes marciais, salvo quanto àqueles que ensinem ou pratiquem essas modalidades em instituições oficiais de ensino (1º e 2º graus ou ensino superior) ou em academias de ginástica e similares (praticadas espaços próprios da educação física ou dirigidas ao público da educação física)” (fls. 1.940, grifou-se). O alcance da expressão “similares” foi acima explicitado. Portanto, pela sentença, as práticas de artes marciais oferecidas nas condições mencionadas pela parte embargante às fls. 1.956 (clubes, centro de treinamento, associação esportiva, condomínios residenciais, centros de lazer, instituições e órgãos de saúde) não estão sujeitas à inscrição nem à fiscalização pelo Conselho de Educação Física, nem os respectivos profissionais estão obrigados à inscrição no Conselho.



O Ministério Público Federal (MPF) fiscaliza o Conselho Regional de Educação Física para garantir que a entidade cumpra a decisão judicial impedindo o órgão de exigir o registro de pessoas sem graduação na área para o exercício de profissões relacionadas a atividades físicas, como instrutores de dança, capoeira, ioga e artes marciais, dentre outros profissionais. O MPF também enviou notificação.
Desde março, por conta de julgamento do STF em caso similar, oriundo de São Paulo, o CREF está definitivamente proibido de inferir no trabalho dos profissionais de artes marciais, de exigir inscrição na entidade ou pagamento de taxas.
A Procuradoria da República em Campinas ajuizou uma ação civil pública em 2003 para vedar a exigência de registro profissional aos trabalhadores sem formação em educação física. A ordem judicial foi expedida em 2011 e transitou em julgado em março deste ano.
O MPF enviou um ofício ao Conselho Regional de Educação Física de SP para a entidade, em até 45 dias, avisar todos os cadastrados que se enquadram no perfil de profissional do qual não se pode exigir permissão de trabalho para avisar da decisão judicial.  Na decisão do Tribunal Regional Federal de São Paulo que impediu o Conselho Regional de exigir o diploma, a desembargadora Regina Costa disse que não há lei federal que estabeleça a dê à entidade poder para controlar o exercício profissional desses trabalhadores, ainda que o Conselho Federal da categoria tenha publicado uma norma autorizando essa atuação aos órgãos regionais.
O Conselho Regional recorreu, sendo derrotado no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal (STF), o qual, inclusive, aplicou multa à entidade por tentar protelar o fim do processo.
  

Conceito DireitoDesportivo RevistaMarter1p27.jpg


 Da Globalização promovendo a miséria e a acultura:
 Você já pensou que dispomos de tecnologia e riqueza para dar conforto a toda população?
Por que não acontece?
O Brasil foi aparelhado por psicopatas e uma entourage idólatra que - na TgpT que desenvolvemos desde 2006, denominamos “psicopatetas”.


.;.
O grupo formado pelos mutantes (psicopatas) e sua entourage (psicopatetas), criou uma ilusão de democracia camuflada por um falso humanismo.
Contudo, a única coisa que fazem bem na vida é mentir-manipular!
Uma das formas é pela história pregando espelhar-nos na democracia greco-romana sem considerarmos a diferença cultural.
Acreditar na adaptação do sistema a sociedade contemporânea é um dos males que nos trouxe até aqui, nessa democracia de fachada embalada no falso humanismo.
Depois de ler, pela primeira vez, a “Cidade Antiga” de Fustel de Coulanges, como se diz por aqui no RS: “caiu os butiá do bolso” e passei a perceber o “mutatis mutandis” no dia a dia.
Dali, foram alguns anos até, em 2006, começar a elaborar a TgpT, a abordagem transdisciplinar onde...
Os processos de pensamento e de comunicação compõem o “sistema operacional” onde “roda” o que a maioria supõe ser a realidade...  ☕
Basicamente:
Não se pode confiar nesses mutantes porque são desumanos.
Eles não funcionam como nós e, mais importante, consideram-nos seres inferiores justamente pela facilidade com a qual nos enganam. Os mutantes passam a vida toda nos enganando! Enquanto aprendemos a jogar bola ⚽ ou brincar de boneca, desde pequenos eles aprender a nos manipular através das emoções.
São especialistas em nos iludir!
Esses 2% da população são:
1. Amorais: incapazes de juízo de valor, nem passa pela cabeça deles importar-se com as consequências do que fazem.
2. Não experimentam emoção, sendo viciados nas sensações de poder, de dominação, de luxúria, etc. Fingem ter emoções para nos enganar. Coragem é uma emoção e eles não a tem: são covardes e desumanos, embora preguem um falsa-humanismo para nos enganar e confundir.
3. São incapazes de conexão energética pela pineal, não tendo intuição nem mediunidade (reforçando a sensação de superioridade que eles tem pois acham-nos primitivos porque sentimos amor ❤ e compaixão e temos vivenciamos a espiritualidade, a qual eles não têm acesso!
Para saber praticamente tudo o que precisa sobre esses seres do mal em forma humana e NUNCA MAIS ser enganado por eles, estamos aperfeiçoando a edição da
"Trilogia do Despertar":
http://bit.ly/1mundomelhor






 Estamos na 5GW, a Guerra de 5ª Geração!
 Numa Guerra de 5ª Geração, 5GW, as batalhas são dissimuladas!
A estratégia do inimigo é vencer anulando a nossa capacidade de lutar.
A luta é desigual porque o inimigo domina a mídia promovendo a desinformação.
Para aumentar a confusão, envolve-nos em um cipoal de paradoxos.
Conheça o inimigo e saiba como vencê-lo aqui:



Observe o povo: apático, em estado de letargia. É a H.E.M., a Hipnose em Massa. Mediante técnicas de marketing de 3ª geração e estratégias biotecnológicas, a capacidade de pensar é reduzida enquanto falsas crenças são induzidas até subverter os valores: https://docs.google.com/document/d/1eqLnT3IwaJtM2ywqNVRJggUUMHr76QB_pimSsPSkaqU/pub ou http://bit.ly/espiral-silencio
 A tecnologia atual é capaz de assegurar conforto e segurança para toda a população mundial. Porque continua havendo miséria e sofrimento? Isso se deve ao empenho dos controladores globalistas. A entourage globalista impede de erradicarmos as mazelas e a pobreza de espírito porque deles depende a escravização dissimulada no falso-humanismo!  http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2016/06/6a-onda-tecnologica-da-imaginacao-1-mmm.html



    As três estratégias de engodo da HEM, a hipnose em massa.:
  A maior parte da realidade é totalmente desconhecida do público devido à espiral do silêncio, a principal estratégia de desinformação da HEM, a hipnose em massa. As verdades são escondidas pela espiral do silêncio que também assassina a reputação de quem contraria os interesses dos controladores globalistas.
 A estratégia política alavanca os falsos-líderes marionetes dos globalistas, espalha e fortalece o saldo-humanismo baseado em distorções da realidade que passam batidas devido à acultura da superficialidade.
  A estratégia biológica completa o tripé de engodos através dos quais os controladores globalistas mantém uma espécie de escravização dissimulada.
 Ao invés de correntes-grilhões, somos aprisionados por falsas crenças promovendo a alteração e até a inversão dos valores.
   Criam um holograma ou matrix aprisionador, onde a percepção é fantasiosa.
O que a população acredita é distinto da realidade. O principal objetivo é idiotizar a população e impedir lideranças autênticas de aflorar.  
 A espiral do silêncio, bullying, assédio moral, assassinato de reputação, e demais estratégias impedem a conscientização. Criam falsas lideranças e destroem quem é autêntico como demonstra o exemplo: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2006/05/idolatria-midia-manipula-cria-falsos.html


 Essa escravização dissimulada é criada e mantida por um grupo configurando a 5GW, a Guerra de  5º Geração. Saiba sobre a espiral do silêncio, a estratégia de desinformação, aqui: https://docs.google.com/document/d/1eqLnT3IwaJtM2ywqNVRJggUUMHr76QB_pimSsPSkaqU/pub

Conheça a espiral do silêncio neste quadro





    Da estratégia biológica para a hipnotização em massa:


 A estratégia biológica induz comportamentos acabando com a saúde e, obviamente, reduzindo as capacidades cognitiva e intuitiva. Saiba o que não querem que você descubra aqui: https://docs.google.com/document/d/1zFbv4sF832iw6GzV2


   A estratégia da HEM é ocultar a sabedoria nutricional e desinformar para que a população alimente-se muito mal, comprometendo a saúde física e psíquica.
  Realiza-se a médio e longo prazos por um conjunto de técnicas envolvendo desde as Janelas de Overton e a espiral do silêncio, até o puro e simples assassinato de reputação de quem (ousa!) difundir informações de qualidade. As megacorporações pilotadas pelos controladores globalistas possuem departamentos especializados em assassinar reputação de quem perturba o seu controle.
 Por isto que, embora, há oitenta anos, o Prêmio Nobel de 1937 tenha sido concedido pela descoberta, a maioria da população não sabe o câncer só se desenvolver em ambiente ácido. Sim, isso mesmo: se você evitar alimentos acidificante,  um câncer não terá condições de crescer. Aliás, quase todas as doenças - + de 90% dos casos atuais - podem ser facilmente evitadas com informações de qualidade!
A desnutrição provoca precária condição fisiológica, reduz a capacidade intelectiva da população e realimenta o processo de desinformação e de idiotização. O povo fica apático, em estado de letargia.
 A ignorância alimentar amplia a transferência de valores porque grande parte das pessoas desperdiça quase toda a sua vida perdendo a saúde tentando ganhar muito dinheiro e, nos anos finais, gasta toda a fortuna acumulada tentando recuperar a saúde jogada fora.
 A estratégia biológica envolve esconder as informações que os controladores globalistas não querem que você saiba para acabar com a tua saúde. São tantas as informações que será tratadas em separado. Confira-as aqui: http://bit.ly/saude-cuidados https://docs.google.com/document/d/1zFbv4sF832iw6GzV26LX9n6rRfoqz9o-1f1bOp0MmeM/pub ou https://lnkd.in/e7nhRYm



  Da estratégia política para hipnotizar  em massa:

'Despreparada para a era digital, a democracia está sendo destruída' alerta o guru do big-data: https://docs.google.com/document/d/1H7QCkN5ODZauHvhb77SxVSqU7lIkKHRzs5gkJKp841o/pub
   São 4 as estratégias políticas facilitadoras da hipnose coletiva, conheça-as:
HEM: 1º. Direitos dos desumanos, a política terrorista de superproteção dos bandidos e de sucateamento das polícias incentiva o crime. A insegurança causa um estado de torpor pré-pânico, medo e isolamento.
  O medo reduz a capacidade cognitiva porque o organismo prioriza alimentar o cérebro réptil e o neocórtex recebe menos energia: https://vimeo.com/152180430  
HEM:  2º. O estado de pré-ódio criado pela política de apartheid promovendo o isolamento, acabando com a identidade entre os cidadãos como patriotas, dividindo a população em grupos rivais e jogando uns contra os outros enquanto incentiva o egocentrismo.
   O apartheid causa um estado de pré-ódio e as pessoas, iradas, não percebem a falta de fundamento do "falso-humanismo": https://youtu.be/_xy-EDWaMwU   
  HEM: 3º. A política de paradoxos cria um estado de pré-torpor porque as contradições entorpecem. Veja, por exemplo:
 HEM:  3.1. Elevadíssima carga de impostos, em nível de extorsão, sem que exista contraprestação em serviços públicos adequados às necessidades: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2015/01/impostos-escravidao-fingindo-liberdade.html ou http://bit.ly/impostosEscravidao  
  HEM:  3.2. Bitributação da população: quem dispõe de  recursos para pagar educação, saúde, segurança, etc., contrata-os porque não existem serviços públicos adequados às necessidades e, ao pagar, paga impostos sobre todos esses serviços que o estado não presta.
 HEM: 3.3. Indução ao consumismo desenfreado e antecipado, impedindo de dispor de recursos e de fazer poupança, agravado pela tributação.
 HEM:  3.4. Contrariando a percepção óbvia de, ao avançar a tecnologia, tudo na vida deveria ficar mais fácil, a i-mobilidade urbana, desperdiçando o tempo e energia no trânsito, é paradoxo http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2013/07/transportes-mais-caros-do-mundo.html?m=1 ou http://bit.ly/imobilidade  
 HEM:    3.5. O paradoxo da i-Mobilidade é agravado pelas contradições do regramento de trânsito. Exemplos:
 HEM: 3.5.1. Exigem o uso do cinto de segurança ao se deslocar uma quadra a 8 km/h enquanto permitem ônibus trafegar com passageiros em pé e sem segurança alguma.
 HEM:  3.5.2. Punem o uso do celular ao volante enquanto toleram distrações piores, desde a poluição visual das vias até o uso de psicofármacos redutores da capacidade de (re)ação do motorista.
 HEM:  3.5.3.  Impede o happy hour, o qual desafogaria o horário do rush, mediante a lei seca exagerada, nivelando todas pessoas às intolerantes ao álcool, ignorando o direito à isonomia, isto é, tratar desigual aos desiguais, enquanto paradoxalmente admite a direção por quem consome drogas lícitas e ilícitas.
 A lei seca foi criada com a desculpa da boa intenção de reduzir as mortes, na verdade objetiva isolar, constranger, deprimir e entorpecer as pessoas impedindo-as de relaxar e interagir. Se o objetivo fosse proteger a vida, fariam algo com respeito à violência: no Brasil, todo o dia, os assassinatos provocam dez vezes mais mortes do que o trânsito.
 HEM:  3.6. O desejo sexual é ampliado por uma avalanche de estímulos vindos de todos os lados. Contudo, a satisfação é difícil porque a sexualidade é exacerbada em um ambiente de promiscuidade, onde os riscos tornam temerário o interagir. Se você evitar os riscos, sofrerá pela pulsão; se ceder, também sofrerá.
Quem possui parceiro, também é refreado pela escassez de tempo e energia decorrentes do  estresse.
  HEM:  3.7. Apesar das tecnologias cada vez mais baratas e a avançadas de monitoramento por câmeras e rede de fiscalização, por drones vigilantes que podem dispor de teaser acionados por monitoramento central permitindo acabar com praticamente toda a violência na área pública urbana, não há segurança.
  HEM:  3.8. Embora incumba-lhe o dever de garantir a segurança e a paz social, o governo terrorista promove a criminalidade mediante políticas desumanas de defesa dos bandidos, perseguição às polícias e abandono das vítimas e cerceamento do direito de defesa, inclusive de portar armas, criando caos, ampliando a desordem, a ilicitude e a injustiça.
O paradoxo é intenso porque, quem deveria nos proteger, faz o contrário: expõe-nos a riscos constantes e desnecessários.

  HEM:  4º. A política de saúde pública terrorista, transgênica e tóxica promovida pelos globalistas reduz a capacidade intelectual e intuitiva da população já abordada no item anterior merece ser enfatizada, Saiba mais em https://docs.google.com/document/d/1zFbv4sF832iw6GzV26LX9n6rRfoqz9o-1f1bOp0MmeM/pub  ou http://bit.ly/saude-cuidados




 
 Com tanta coisa errada, a capacidade compreensão e de mobilização do povo é ínfima. A pessoa acha “normal” não querer pensar nas incomodações e se deixa levar pelas inúmeras distrações porque está aprisionada no holograma da hipnose de massa.

Qual a saída dessa crise de desinformação?


 Isso tem saída? Sim! Construímos 1 MMM, um Mundo Muito Melhor aprimorando-nos e incentivando e ajudando as pessoas do nosso entorno a evoluírem.

Basta cada pessoa consciente começar a interagir - um a um - com os hipnotizados aproveitando (ou provocando!) encontros casuais: na fila do supermercado, na saída do culto, no hall dos hospitais e outros ambientes públicos, etc.

 Para conseguir retirar uma pessoa do estado de torpor é necessário o contato pessoal. Para funcionar com eficácia, observe as dicas de abordagem em https://docs.google.com/document/d/1Q9IUuq_ZVOyGqZtHDFj9XYZVrt9cr2jwkfMJsoUr7hQ/pub   

 Vale a pena dedicar um tempo a entender como abordar as pessoas para as despertar! Será um dos melhores investimentos que podes fazer para salvar o país (e a humanidade pois o Brasil é continental e estratégico para o plano de caos  e escravização global).

Em cada aspecto, os links ampliam as informações e os fundamentos: são vídeos e páginas do blog ou do portal iniciado a mais de duas décadas.
Você, apesar de procurar estar bem informado, ainda não conhecia tudo isso porque a NOM implementa, desde os anos sessenta, uma sucessão de estratégias de desinformação incluindo o assédio, bullying e assassinato de reputação e físico contra quem ousa se opor à idiotização coletiva!

Ao entender qual é o padrão de comportamento eficaz para lidar com isso, aceleramos a identificação dos falso-humanistas que estão no meio de nós atrapalhando!

Confira, por exemplo, as sugestões do tópico 7 em http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2016/01/psicopatia-manipula-escravizando.html  ou   http://bit.ly/Infiltrad

Acorde! Enquanto você não entender a situação na qual vivemos serás mais um “patrioteta” (quem acredita ser patriota e age como um pateta, saiba mais aqui: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2013/06/espertos-agindo-como-tolos.html) o qual, enquanto usa o seu tempo e sua energia no que acredita ser a “luta para salvar o país”, está, na verdade, ajudando o inimigo dissimulado e agindo exatamente como os maus planejam. Estamos em uma Guerra de  5º Geração.

Este texto é um resumo da visão geral do problema. Cada link acima dará acesso à uma coletânea permanentemente atualizada daquela parte, revelando, pouco a pouco, a invisível teia virtual que nos envolve e aprisiona na 5GW: https://docs.google.com/document/d/1gh4E9yoHo5m-1ee32MQNq1Ei9ubZBEWWOgo7zOki_Jc/pub ou http://bit.ly/5-guerra



O maior problema do movimento patriota ou "conservador" são as pessoas se acharem líderes ativistas sem saber o mais essencial de tudo!

Qual é o primeiro passo para vencer uma guerra?
Coletar informações, conferir a veracidade e as analisar com cuidado  e de forma sistemática e não desperdiçar tempo e energia.
Grande parte dos ativistas é superficial, toma decisões sem se basear em informações e desperdiça o seu tempo e dos demais  com falação, mimimi.
Cabe a nós, esclarecidos, incentivar o despertar da HEM, a hipnose em massa.   Saiba mais aqui
https://docs.google.com/document/d/10wOijRgHtJEPfE2-iwscbfoScRkkrj8xIAsShNf3snc/pub ou  http://bit.ly/aculturadasuperficialidade  

 Entre as informações a serem coletadas e analisadas para vencer uma guerra, qual é o conjunto mais importante?


Precisamos conhecer o inimigo para poder combatê-lo!
 A maioria dos ativistas nem sonha estarmos em uma 5GW, the war mind, uma Guerra de quinta Geração travada entre os mutantes psicopatas contra os seres humanos, na maioria, indefesos porque não tem a menor ideia do que está acontecendo.
 Nossos inimigos, os mutantes, são 2% da população desprovidos das três características que nos tornam humanos.      Saiba mais aqui: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2015/06/humanos-versus-desumanos.html ou http://bit.ly/desumanos  

Os mutantes usam, como linha de frente, uma entourage que manipulam  enquanto assassinam a reputação dos decentes: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2015/06/perigosos-manipuladores-dissimulados.html ou http://bit.ly/perigosos  

É essencial aprender como seres humanos são robotizados mediante a idolatria manipuladora dos mutantes. Portanto, recomenda-se entender o conteúdo desta mensagem, sobretudo os quatro passos da manipulação: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2015/06/perigosos-manipuladores-dissimulados.html ou http://bit.ly/1mundomelhor  

Examine e compartilhe os 3 estudos acima entre os teus contatos, nos teus grupos, na internet, no Facebook etc.
Nenhuma outra atividade que possas se fazer, será mais importante para a Libertação humana da hipnose em massa, HEM, do que divulgar as três abordagens sobre a escravidão humana, como ela ocorre através das falsas crenças e da subversão de valores!
Esse trio de estudos explica a raiz de todo o mal e como a combater!



   Sentir-me-ei honrado ao lutar ao teu lado por 1 MMMum Mundo Muito Melhor.

 

     Na estratégia globalista da 5GW, realizaram o desmanche do sistema de ensino, chinelizando a educação, e do sistema e jurídico, tornando-o ineficaz.

  Sobre o desmanche do Sistema de Ensino, saiba aqui:




  Sobre o desmanche do Sistema Jurídico, saiba aqui:


  Curta a nossa fan page 
   e receba atualizações: 
       https://www.facebook.com/ProfessorPadilla/







Como nos libertarmos disso?
A nossa percepção do mundo é muito diferente da realidade.
Somos manipulados através de paradoxos e falsas crenças.
A boa notícia: podemos despertar das falsas crenças,
romper o holograma,      libertarmo-nos construindo
1MMM,     um Mundo Muito Melhor!
Para começar a acordar e a vencer, assista ao filme
Quem Somos Nós?
Um dos trechos mais importantes é este: https://youtu.be/lafj4SqVrqM?t=8m32s

Assista ao filme completo aqui: https://youtu.be/lafj4SqVrqM
 Para entender onde estamos, em meio a uma dissimulada 5GW, Guerra de  5º Geração, descubra neste resumo: http://bit.ly/5guerra  

Descubra o que não querem que saibas: na Rede de Conscientização:
Como a HEM, a hipnose em massa: http://bit.ly/hipnose-massa  

 Ouça sobre as Guerras de 4ª e 5ª Geração. Passe o minuto inicial de apresentação e aproveite os 30 minutos seguintes acesse https://soundcloud.com/redebrasil/guerra-de-quarta-geracao-por-edward-luz-antropologo onde há outros estudos e áudios na mesma playlist de Estudos Avançados da Rede Brasil.




 Por que a história oficial e a imprensa escondem a verdade? 

 Entenda a espiral do silêncio dos controladores globalistas:



  Saiba tudo que escondem de nós sobre a
  espiral do silêncio neste quadro


 ou acesse por aqui: http://bit.ly/espiral-silencio   
ou aqui https://docs.google.com/document/d/1eqLnT3IwaJtM2ywqNVRJggUUMHr76QB_pimSsPSkaqU/pub






 Descubra tudo o que 

   não querem que 

      você saiba:


  ENTENDA tudo de errado que 

    está acontecendo no nosso país:


 A maior mentira do século XX: a

   falácia do aquecimento global:

Como os desumanos 

dominaram até agora?

Usando mentiras como essa!

O que podemos fazer para 

verdade prevalecer?


5GW, a Guerra de 5º Geração

dissimulada na desinformação dos

falsos-líderes e mídia dos
controladores globalistas


O mais importante entre o que 

não querem que tu saibas?

Você pode evitar 99,99% das doenças!

Baste ter sabedoria alimentar. 

Como cuidar da saúde?





 A Hipnose em Massa:



Escravidão dissimulada

em impostos carésimos,

consumismo desenfreado,

“previdência” imprevidente:


    


Como o humor é usado
contra nós humanos
na 5GW, Guerra de 5ª Geração?

Aprenda a evitar ser refém nessa guerra dissimulada:
entendendo o empowerment,
o poder do bom humor:

Aprendendo a diferenciar o bom humor empowerment, do preconceituoso usado para manipular:  https://docs.google.com/document/d/1m_Fdg64jimEqMIInTbn61Z6qtMYvZYjx6OkYgzIw76c/pub   



 A origem de todo o mal:




Imobilidade programada:
para te multar há 100;
contudo, nada para te proteger?




teia de paradoxos:
Ajude a construir 1 MMM
um Mundo Muito Melhor
combatendo a desinformação:







Inspire-se na sabedoria do maior
Luminar da história conhecida,
Leonardo da Vinci: 




Para acessar outros arquivos na Rede de Conscientização: