domingo, 26 de outubro de 2014

como Avaaz manipula subliminarmente

Change.org e Avaaz.org 

são tentáculos da NOMnova ordem mundial e do 

Foro de São Paulo:



Didático exemplo de manipulação camuflada na estrutura da linguagem:

  Avaaz e Change coletam informações auxiliando à NOM  nova ordem mundial e ao Foro de São Paulo a manipularem a população.
  Fingindo neutralidade, induz falsas crenças, invertem valores e assassinam reputações fomentando a escravidão dissimulada.
  Pedro Abromovay, assessor de Lula, o líder do Foro de São Paulo, dirige o Avaaz e, como recompensa, ganhou um cargo no CNJ.

  Heitor de Paola confirma: NOM nova ordem mundial e Foro de São Paulo estão mancomunados na escravização da população:
 "... AVAAZ é mais uma da miríade de organizações fundadas e financiadas por George Soros (ver aqui e aqui), o Judeu antissemita e antisionista Húngaro que dizem as más línguas começou sua brilhante carreira de multibilionário denunciando aos nazistas pessoas da comunidade Judaica de Budapest. Seu verdadeiro nome é György Schwartz. Seu pai, Tvadar Schwartz, Judeu não religioso, trocou o sobrenome por Soros quando o nazismo começou a crescer na Hungria em 1930. Em 1944 quando Adolf Eichman chegou à Hungria para levar a cabo a “Solução Final”, os filhos de Tvadar foram distribuídos por famílias Cristãs. György acabou na casa de um homem cujo ‘trabalho’ era confiscar propriedade dos Judeus. Soros o acompanhou e também lucrou. Mais tarde, declarou que 1944 foi o melhor ano de sua vida. (ver em Soros: Republic Enemy #1)
  Como pesquisa pode manipular?
  O engodo acontece em três níveis:

  1. Coleta de dados dos ativistas: a maioria dos ativistas ingressa na plataforma Avaaz e, pelo endereço de email, todos são monitorados pelas campanhas subscritas e compartilhadas interligadas às dos amigos e preferências comuns.
 Sem precisar gastar e sob pretexto de criarem e-abaixo-assinados, conseguiram mais informações do que a CIA.

 Usam-nas formulando campanhas para impor padrões de consumo e comportamento e na criação de "falsos líderes". 
  Oportuno um parêntese para informar sobre a...

  A Estratégia de desinformação:
 A NOM e o Foro de São Paulo anteciparam-se ao crescimento da insatisfação na WEB e, em 2011, no 4º Congresso do PT, criaram o MAV, a Militância em Ambientes Virtuais.


 Treinando guerrilheiros cibernéticos para operar na internet, em publicações e redes sociais, o Núcleo define pautas, escolhe quem irá idolatrar e blindar, assim como os alvos do assassinato de reputações. Criam a coletânea de frases básicas. Por exemplo, "louco de direita", é o rótulo padronizado do MAV para desacreditar e irritar quem não se ilude com as mentiras esquerdistas.


 Para ampliar sua atuação e difundir a mentira psicoPaTa, foram treinados a criarem milhares de pseudônimos e falsos perfis. São pagos (com o nosso dinheiro!) para passar todo o dia fabricando "correntes" de opinião articuladas. Com pequenas variações, cada MAV multiplica a sua própria voz criando e espalhando falsidades usando os seus diversos pseudônimos. Apenas um MAV, em segundos, posta, curte, comenta, fomentando outros a imitarem a conduta aproveitando a superficialidade induzida somada à tendência humana de "rapport", o espelhamento ou emparelhamento: somos descendentes de quem seguiu o bando. Há milhões de anos, ignorar o "follow me sign" eliminava as chances de sobrevivência.


 Em pouco tempo, o MAV causa a impressão de opinião coletiva porque parece estarem, todos, a falar a mesma coisa. Atuam como se fossem multidões de indivíduos anônimos mas é apenas um grupo de guerrilheiros virtuais cujas mentiras são multiplicadas mediante falsos perfis.
 Você pode não saber o que é o MAV, contudo, certamente conversas com MAV todo o dia.
  Através do MAV criam-se as falsas lideranças.

 Marcello Reis lidera o movimento RevoltadosOnLine (supostamente!) contra o governo petista. Contudo, como se pode ver na imagem abaixo, é um infiltrado on line pois saiu das fileiras do MAV-PT:



   2. Descarga tensional atrasa as forças patrióticas:
  Os mutantes disfarçadamente escravizaram os humanos com a desinformação. Combatemo-la com a conscientização. O crescimento do despertar foi bastante retardado pelo Avaaz e similares plataformas de e-assinaturas.
 Milhões de revoltados canalizaram suas energias e desperdiçaram o seu tempo na plataforma da Avaaz. Foram iludidos pela aparência de canal de manifestação e de mudanças.


 3. Pesquisas forjadas induzindo falsas crenças:

  O 2º turno da eleição presidencial de 2014 foi disputado por dois grupos rivais da mesma quadrilha ligada aos narcotraficantes do Foro de São Paulo. Ambos queriam liderar o roubo e abocanhar a maior parte do saque:



   Horas antes de iniciar a votação, o Avaaz revelou mais um de seus tentáculos: a manipulação contrabandeada na estrutura da linguagem de divulgação de suposta pesquisa.


 A mensagem ao inconsciente sugere as propostas governamentais serem melhores do que a da oposição. O momento do envio impedia resposta. Demandaria horas obter uma medida judicial para acessar o banco de dados dos endereços dos milhões de usuários do Avaaz destinatários. E pouco adiantaria porque apenas uma ínfima parte seria alcançado por eventual mensagem de esclarecimento antes de votar na manhã seguinte.

  As observações em cor verde  indicam como acontece a indução subliminar:
(reforçando as propostas governistas e enfraquecendo as da oposição)
Proposta
Dilma Rousseff (PT)
Aécio Neves (PSDB)
Educação: (96%)
Afirmou que dará "salários adequados" aos professores e melhor formação e irá universalizar a educação infantil de 4 a 5 anos até 2016   -: "AFIRMOU" reforça os tempos verbais imperativos: "DARÁ" e "IRÁ".
Quer melhorar salários com aumento do repasse da União ao Fundeb. Fará a implantação gradual da escola de tempo integral  -: "QUER" expressa uma possibilidade e "GRADUAL" relativiza ainda mais a afirmativa tornando-a vaga.
Saúde Pública: (88%)
Expansão do programa Mais Médicos e Ampliação da rede de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs)  -: "EXPANSÃO" e "AMPLIAÇÃO" sugerem grandeza que o programa não possui. Se o Governo pagasse aos médicos brasileiros os 10 mil mensais que manda para Cuba por cada médico, haveria.
Continuará com o Mais Médicos, mas estabelecerá novas regras para o programa e ampliará a rede pública com 500 clínicas especializadas  -: a conjunção "MAS" nega o conteúdo anterior, anula o efeito do tempo verbal imperativo de CONTINUARÁ estruturado para passar uma falsa ideia da oposição limitar-se a continuar com o programa paliativo Mais Médicos como se não tivesse qualquer proposta para o setor.
Combate à Corrupção: (76%)

Defende o fim do financiamento empresarial de campanha e propõe aprovar uma lei que transforme a corrupção em crime e que puna com rigor os agentes públicos que enriquecem sem justificativa ou não demonstram a origem dos seus ganhos -: Sugere a corrupção seria por falta de leis quando elas existem em demasia e, ademais, não competir ao Poder Executivo "APROVAR" leis. Vincula-a ao "financiamento empresarial de campanha" parcela ínfima do mal.
Defende que o financiamento privado de campanha deva ser limitado. Para reprimir a corrupção, o candidato propõe fazer a capacitação de agentes públicos -: "LIMITADO"    e "PROPÕE fazer capacitação" tornam vaga a proposta oposicionista passando a falsa ideia da oposição limitar-se a isso sem qualquer proposta.
Energia Limpa e Mudanças Climáticas: (58%)

Manterá a geração com base em hidrelétricas e termelétricas e fontes alternativas. Diz que o país se "engajará fortemente nas negociações climáticas internacionais que terão lugar em 2015 -: novamente o tempo verbal imperativo nos dois predicados...  
Defende planejamento com previsibilidade e matriz energética sustentável. Promete levar o Brasil à transição para uma economia de baixo carbono -: tempo verbal não imperativo, estrutura de promessa, termos vagos, defende, promete...
Amazônia e Florestas: (56%)

Afirma que deve fortalecer o combate do desmatamento, em especial na Amazônia -: "FORTALECER" reforça a sugestão de haver um "combate do desmatamento", não existente.
Defende a revisão do atual modelo de licenciamento ambiental para torná-lo mais simples e eficaz -: a sugestão subliminar é oposta: ao invés de "combate do desmatamento"  a oposição irá facilitar que ocorra, simplificando o licenciamento!
Democracia: (49%)

Propõe convocar um plebiscito para definir mudanças e promete maior espaço para a participação do cidadão. -: novamente o uso de verbos e estruturas díspares: "CONVOCAR", "mudanças", "DEFINIR... a PARTICIPAÇÃO"...  
Promete ampliar os canais de diálogo com o cidadão -: verbos e estrutura vagos: PROMETE apenas "canais de diálogo"!



   O poder da manipulação é aumentada ao ser enviada como "resultado de uma pesquisa". Para revestir a trama urdida de credibilidade,  colocam percentuais de supostas respostas. Acreditando na neutralidade do Avaaz, o leitor inocentemente permite inconscientizar a mensagem subliminar das propostas governistas serem mais completas.
 Curiosamente, apesar de alegarem uma pesquisa, nada trataram da saúde e educação desmanchadas pelo Foro de São Paulo-PT. Apesar da inflação de 4 anos ultrapassar 30%, arrocharam o vencimento dos professores com reposição zero!
A crise da educação é a raiz de todas criadas por dissimulados fingindo combater os problemas que causam!


A saúde pública é um descalabro.

O PT implantou a maior corrupção 
da história humana.


  O Foro de São Paulo encena democracia para implantar uma ditadura bolivariana em um golpe de estado a conta gotas.

  Heitor de Paola revela a simbiose NON+ForoSP (nova ordem mundial e o Foro de São Paulo):
  Apêndice globalista da MoveOn.org, Avvaz é um dos principais tentáculos da Open Society Foundations dirigida diretamente por Soros. A sua função é publicar propaganda anti-israelense, exigir de Israel a negociação com a organização terrorista Hamas, que sequer aceita a existência do Estado Judeu. No Canadá, fez campanha para retirar das eleições todos os candidatos do Partido Conservador.

  Outra organização afiliada é a Change.org que está apoiando os baderneiros de São Paulo (Movimento Passe Livre) e Rio e organizando o movimento com coordenação mundial com manifestações já acertadas em vários países [i]. O que tem o preço das passagem de ônibus com isto? É só o estopim.

  Esta é exatamente a ‘missão’ da AVAAZ, uma organização ‘e-advocacy’ registrada no Estado de Delaware, para promover agendas políticas esquerdistas e promover campanhas através de movimento pela Internet, organizando cidadãos de todas as nações para ‘transformar o mundo que temos no mundo que queremos’ (lembram ‘um melhor mundo é possível’?) Seus métodos principais de ativismo são e-mails massivos, organizar petições on-line, vídeos, organizar cidadãos em torno de campanhas ‘escreva para seu representante’ e de apoio ou repúdio a indivíduos ou organizações partidárias ou de outra espécie. A AVAAZ também tenta influenciar eleições diretamente, seguindo a orientação de Soros. AVAAZ significa ‘voz’ em vários idiomas europeus, do Oriente Médio e Ásia, foi fundada por Res Publica e MoveOn e conta com o apoio do Service Employees International Union (SEIU). Entre as principais pessoas que dirigem a AVAAZ encontra-se Ben Brandzel, ex advogado da MoveOn foi diretor e levantador de fundos da campanha de Barack Obama através das ‘novas mídias’ (Internet, redes sociais, e-mails, etc.). Já havia trabalhado para as campanhas de Howard Dean e John Edwards.

  AVAAZ opera em 14 idiomas e em julho de 2011 dizia contar com 9.650.000 membros. No mapa interativo do site hoje, 16/06/2013, conta com 22.919.209. Passe o mouse por cima dos países e verá quantos em cada país. O país com o maior volume de idiotas úteis, o Brasil, tem obviamente a maioria com 3.936.758, quase 1/5 do total. Nos EUA são 1.212.207 e a Índia, com seis vezes a população do Brasil, são 793.170. Como já disse acima, uma pessoa se torna membro simplesmente se votar em alguma petição ou consultar o site ou simplesmente responder aos e-mails.

  Desde janeiro de 2007 são 133.845.917 ações de vários tipos em 178 países. Em 2008 gastou US$ 1.067.848 em campanhas sobre aquecimento global, contra a ‘tortura’ em Guantánamo (no lado lesta é claro, na área cubana todos sabemos como o povo vive bem e é respeitado), eleições canadenses, vídeos ‘de paz’ para o Oriente Médio advogando a idéia dos ‘dois Estado’, mas nitidamente pró-Palestinos, inclusive uma campanha ativa denominada “Welcome Palestine” pela aprovação da Palestina como Estado Membro da ONU.

  São as principais ligações da AVAAZ: Human Rights Watch, Inter-American Dialogue, Gorbachëv Foundation-USA, Amnesty International, MoveOn, Union of Concerned Scientists, US Climate Action Network, Obama, Oxfam International, Greenpeace, Res Publica, National Council of Churches, J Street, Organizing for America, Global Campaign for Climate Action Organizing for America, Rain Forest Acton Network, National Abortion Federation, Sierra Club e muitas outras. (Ver o mapa interativo do Discover the Networks).

SOROS E AVAAZ NO BRASIL

  Os interesses de Soros no Brasil, assim como em todo mundo, são vastos. Investiu em terras no Brasil, Argentina e Uruguai através de sua empresa ADECOAGRO, cujas propriedades atingem 300.000 hectares e vende terras com 36% de desconto. Mais informações sobre a empresa podem ser lidas aqui. A especulação corre solta. Um exemplo é a Fazenda San Jose comprada por US$ 85,00 o ha. e vendida por US$ 1,212.00, 14 vezes mais caro. Suspeita-se que muitos índios invasores de terra são falsos índios financiados por Soros que teria interesses na madeira, produção de etanol e minerais.

  No setor financeiro Paul Krugman lançou suspeitas de que Soros teria agido especulativamente através de inside informations de seu pupilo Armínio Fraga quando este foi Presidente do Banco Central. Processado por calúnia reconheceu não ter provas. Mas há muitas manobras suspeitas naquela época: quem financiou Deputados e Senadores para aprovar a re-eleição? Por que FHC, dois meses (04/03/1999) depois de empossado pela segunda vez dispensou seu assessor e um dos principais elaboradores do Plano Real, Gustavo Franco e nomeou Armínio Fraga para o BACEN? Por que o valor do dólar disparou depois do compromisso eleitoral de que isto não iria acontecer? São perguntas sem respostas adequadas.

  Impossível de negar são as ligações de Fraga com o Inter-American Dialogue ao qual pertence FHC, como também o fato de que FHC estar envolvido na campanha maciça de Soros a favor da descriminação do uso de drogas. Além disto, Fraga é membro do Council on Foreign Relations,

  Através do Soros Fund Management LLC Soros vendeu 22 milhões de dólares de ações ordinárias da Petrobrás e comprou 5.8 milhões em ações preferenciais, em 2010.

  Quanto à AVAAZ é dirigida no Brasil pelo petista Pedro Abramovay (assistir seu vídeo aqui). As campanhas da AVAAZ no Brasil vão desde a tentativa de remoção do Pastor Feliciano da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara, do fim do voto secreto no Congresso, da cassação do diploma de psicólogo do Pastor Silas Malafaia e do impeachment de Renan Calheiros, até a oposição à Usina de Belo Monte e da campanha pela Lei da Ficha Limpa que atraiu tantos ingênuos brasileiros acreditando que acabaria com a corrupção no Brasil. Se você, leitor ou leitora, entusiasmou-se e assinou alguma petição, além de se registrar como membro da AVAAZ, deu força a uma organização globalista interessada em aumentar a corrupção e ampliar a sua agenda esquerdista global.  Heitor de Paola http://www.heitordepaola.com/publicacoes_materia.asp?id_artigo=4019, reproduzido mcoim autorização do autor.

Ouça Heitor de Paola na Radio Vox http://radiovox.org/o-outro-lado-da-noticia-com-heitor-de-paola/




 A seguir, a mensagem original e, na sequencia, apresentações sobre como a mídia manipula.

--- EM COR LARANJA --- segue a mensagem do Avaaz com a manipulação (subliminar) disfarçada na estrutura do texto ------
De: Michael Freitas Mohallem - Avaaz avaaz@avaaz.org
Data: 25 de outubro de 2014 13:09
Assunto: Manifesto Aberto para o Futuro Presidente

Caros amigos,

A apenas 48 horas do dia da eleição, nossa comunidade respondeu ao que foi, provavelmente, a maior pesquisa eleitoral já feita a respeito das prioridades para o próximo presidente. Os resultados são muito animadores:
  • Número 1: Educação: Tornar a educação a prioridade número 1 do Brasil, começando pelo treinamento adequado e aumento salarial dos professores da rede pública
  • Número 2: Saúde Pública: Distribuir a força de trabalho de médicos nas regiões mais precárias do Brasil, garantindo pelo menos 1 médico para cada mil habitantes, como recomendado pela Organização Mundial da Saúde
  • Número 3: Combate à Corrupção: Proibir dinheiro de empresas privadas no financiamento de campanhas eleitorais
  • Número 4: Energia Limpa & Mudanças Climáticas: Transformar o Brasil em um país com energia 100% limpa até 2050 e liderar o debate global para combater as mudanças climáticas
  • Número 5: Amazônia e Florestas: Zerar o desmatamento até 2030
  • Número 6: Democracia: Criar o melhor modelo de participação pública online já visto e trazer cidadãos para participar diretamente das decisões do Congresso
Todas essas políticas são viáveis e podem se tornar realidade. Juntas, elas formam uma plataforma contundente de mudança para quem quer que assuma o Palácio do Planalto. A Avaaz entregou os resultados para as equipes da Presidente Dilma e do candidato Aécio Neves, e agora estamos transformando os resultados em um Manifesto Aberto para o Futuro Presidente, que vamos divulgar para toda imprensa.

Quando formos às urnas eletrônicas daqui a dois dias, podemos afirmar, com segurança, uma coisa: em uma corrida eleitoral tão apertada quanto esta, nossa comunidade de mais de 5 milhões de brasileiros vai ter um papel fundamental na eleição do próximo presidente do nosso querido país.

Por isso, antes de votar, dêem uma olhada na tabela abaixo para conhecer a visão que cada candidato tem sobre os seis temas prioritários para a nossa comunidade. Nossa pesquisa não é uma lista de desejos, mas um manual para aprofundar e fortalecer a democracia com a qual todos sonhamos. E, quem quer que seja nosso candidato no domingo, vamos nos lembrar que democracia não se trata apenas do dia das eleições, mas do esforço desta comunidade em trabalhar junto para exigir e garantir as mudanças que criarão o Brasil que todos merecemos.

Com esperança,

Michael, Diego, Carol, Nana, Joseph e toda a equipe da Avaaz



Manifesto Aberto para o Futuro Presidente:


Proposta
Dilma Rousseff (PT)
Aécio Neves (PSDB)
Educação: (96%)
Afirmou que dará "salários adequados" aos professores e melhor formação e irá universalizar a educação infantil de 4 a 5 anos até 2016
Quer melhorar salários com aumento do repasse da União ao Fundeb. Fará a implantação gradual da escola de tempo integral
Saúde Pública: (88%)
Expansão do programa Mais Médicos e Ampliação da rede de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs)
Continuará com o Mais Médicos, mas estabelecerá novas regras para o programa e ampliará a rede pública com 500 clínicas especializadas
Combate à Corrupção: (76%)

Defende o fim do financiamento empresarial de campanha e propõe aprovar uma lei que transforme a corrupção em crime e que puna com rigor os agentes públicos que enriquecem sem justificativa ou não demonstram a origem dos seus ganhos
Defende que o financiamento privado de campanha deva ser limitado. Para reprimir a corrupção, o candidato propõe fazer a capacitação de agentes públicos
Energia Limpa Mudanças Climáticas: (58%)

Manterá a geração com base em hidrelétricas e termelétricas e fontes alternativas. Diz que o país se "engajará fortemente nas negociações climáticas internacionais que terão lugar em 2015
Defende planejamento com previsibilidade e matriz energética sustentável. Promete levar o Brasil à transição para uma economia de baixo carbono
Amazônia e Florestas: (56%)

Afirma que deve fortalecer o combate do desmatamento, em especial na Amazônia
Defende a revisão do atual modelo de licenciamento ambiental para torná-lo mais simples e eficaz
Democracia: (49%)

Propõe convocar um plebiscito para definir mudanças e promete maior espaço para a participação do cidadão.
Promete ampliar os canais de diálogo com o cidadão

[Os percentuais na primeira coluna mostram quantas pessoas da comunidade Avaaz escolheram aquela opção como uma das 3 principais prioridades para o próximo presidente]

FONTES:

As diferenças dos programas de Aécio e Dilma (Revista Época)

http://epoca.globo.com/tempo/eleicoes/o-filtro/noticia/2014/10/principais-noticias-eleitorais-do-dia-7-de-outubro-de-2014.html

Embate de ideias - compare as propostas de Dilma e Aécio (Revista Exame)

http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/embate-de-ideias-compare-as-propostas-de-dilma-e-aecio

Debate de propostas: o que dizem os programas de Aécio e Dilma? (BBC Brasil)

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/10/141015_eleicoes2014_programas_cq

Eleições 2014: Conheça e compare as propostas de Aécio Neves e Dilma Rousseff (CBN)

http://www.cbnfoz.com.br/editorial/politica/noticias-politica/22102014-223211-eleicoes-2014-conheca-e-compare-as-propostas-de-aecio-neves-e-dilma-rousseff

Compare o que Dilma e Aécio disseram sobre 50 assuntos (G1)

http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2014/noticia/2014/10/compare-o-que-dilma-e-aecio-disseram-sobre-50-assuntos.html





A Avaaz é uma rede de campanhas global de 39 milhões de pessoas que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas nacionais e internacionais. ("Avaaz" significa "voz" e "canção" em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 18 países de 6 continentes, operando em 17 línguas. Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebook ou Twitter.
Para garantir que as mensagens da Avaaz cheguem à sua caixa de entrada, por favor adicione avaaz@avaaz.org à sua lista de contatos. Para mudar o seu endereço de email, opções de idioma ou outras informações pessoais, entre em contato conosco, ou clique aqui para descadastrar-se.


Para entrar em contato com a Avaaz, não responda este email, escreva para nós no link... 

  Para entender mais sobre manipulação midiática assista ao quadro piloto inédito do programa Fantástico https://vimeo.com/10810123

quadro piloto inédito do Fantástico demonstra como alteram a realidade. A Rede Globo nunca o veiculou porque revela como manipulam a audiência. Mostra como a televisão altera a realidade.  Paulo Maluf dá dicas de como fingir. A Mulata Globeleza e Carla Perez "ensinam" fluentemente ciências mostrando como o uso do Teleprompter e de outras técnicas permite enganar. Pessoas do povo são travestidas de "políticos" mostrando a facilidade de manipular a opinião pública forjando falsas lideranças. 

 Esse vídeo integra um conjunto demonstrando a manipulação a partir de vimeo.com/pad/difamando  A Rede Globo apresenta duas reportagens https://vimeo.com/10911267 e https://vimeo.com/38954378 com enfoque exatamente oposto à https://vimeo.com/10913665 embora todos sejam da mesma época com o mesmo objeto, isto é, a mesma atividade e pelo mesmo grupamento social.

  História secreta da Rede Globo revela os bastidores e o jogo de interesses envolvendo políticos: http://vimeo.com/116805749



   https://vimeo.com/album/3144893/

Todo mal é desencadeado pelos mutantes desumanos capazes de tudo.
O objetivo deles é a escravização da humanidade a qual consideram composta de seres inferiores devido à facilidade com a qual nos manipulam através das emoções.

Como os desumanos dominaram até agora?

 O que fazer para a Humanidade retomar o controle planetário? 


  A luta humana contra a desinformação psicopata:

 A Hipnose em Massa:



 A origem de todo o mal:


As mentiras para entorpecer: 




Outros tópicos da teia de paradoxos
e do combate à desinformação:




Construa 1 MMM - um Mundo Muito Melhor simplesmente aprendendo a reconhecer essas armadilhas ambulantes http://bit.ly/desumanos e se prevenir e evitar a manipulação dissimulada http://bit.ly/perigosos

Provavelmente será um dos melhores investimentos da sua vida esse aprendizado!


Para acessar outros arquivos na Rede de Conscientização: https://drive.google.com/folderview?id=0B2CNDxRTI8HAcVl3cFc0M09hZ3M&usp=sharing


terça-feira, 1 de abril de 2014

Futebol e Carnaval repelem-se

 Futebol e carnaval não combinam?

 O Carnaval é a principal festa popular brasileira; o futebol é o principal esporte do pais. Ambos permeiam a cultura nacional. Por que a combinação entre eles não dá bons resultados?


 Em excelente abordagem, André Alexandre Guimarães Couto, com o título "Carnaval realmente combina com Futebol" www.historiadoesporte.wordpress.com salienta:

 Três dos quatro grandes times de futebol do Rio de Janeiro foram enredo de carnaval, com resultados pífios:



  Em 1995, no ano comemorativo do centenário do Flamengo, a Escola de Samba Estácio de Sá lançava o enredo “Uma Vez Flamengo” (clara e óbvia alusão ao hino oficial do time rubro negro) e conseguiu um modestíssimo sétimo lugar no Grupo Especial (principal).

 Pior foi o desempenho da Escola de Samba Unidos da Tijuca. Essa escola, em 2014, foi campeã na era Paulo Barros, o talentoso carnavalesco da agremiação do Morro do Borel. Contudo, em 1998, a mesma homenageu o centenário do Vasco da Gama com o enredo “De Gama a Vasco, a Epopéia da Tijuca”. Resultado final: 13ª colocação no Grupo Especial e rebaixamento para o então Grupo de Acesso (hoje, Grupo A).

 Em 2002, mais um centenário de um time grande: a Escola de Samba Acadêmicos da Rocinha homenageou o Fluminense com o enredo: “Nas Asas da Realização, Entre Glórias e Tradições, a Rocinha Faz a Festa dos 100 Anos de Campeão… Sou Tricolor de Coração!”. E, adivinhem, foi mais um vexame clubístico: 13ª colocação no Grupo de Acessohttp://www.youtube.com/watch?v=FU5dpacnMkA


 Os três exemplos acima são de um cenário de clubes de futebol e carnaval, o Rio de Janeiro. Por que o Carnaval exibido pelas principais escolas de samba não geraram resultados expressivos quando focaram o futebol?
 Em São Paulo, houve a formação de escolas de samba a partir de torcidas organizadas como a Gaviões da Fiel e a Mancha Verde.

  André Alexandre Guimarães Couto formula três hipóteses:
  A primeira de uma certa resistência no universo carnavalesco em detrimento do futebol, o qual concentra a atenção dos cariocas durante todo o ano.
  A segunda, da paixão pelos clubes de futebol influenciar as notas da Comissão Julgadora: quem torce por outro clube pode, pela paixão reversa, avaliar por baixo. Ou seja, julgam mais a escolha do clube do que o desfile da escola de samba.
  A terceira, a aproximação de determinados dirigentes dos clubes com as escolas poderia gerar uma antipatia geral, entre os demais clubes, escolas de samba, torcedores, foliões, etc. Exemplo: até hoje, a escola de samba Unidos da Tijuca que, em 1998, homenageou o Vasco da Gama, mantém uma forte relação com essa clube, visível na comemoração de 2014 ao vencer o Grupo Especial: camisas e bandeiras do cruz-maltino!


  Vale este raciocínio quando tratamos da idolatria

  Os clubes sofrem ao tentar ser destaque como enredos nas escolas de samba; contudo, os ídolos do futebol apresentam melhores resultados.
  Seja por se destacam em um contexto mais amplo (outros clubes e seleção), pela carreira ilibada e responsável (considerados, portanto, grandes profissionais, inclusive respeitados pelos torcedores de clubes rivais) ou pela simpatia e carisma pessoais.

  Forte exemplo a homenagem a Nilton Santos pela Unidos de Vila Isabel em 2002 que, com o enredo “O Glorioso Nilton Santos… Sua Bola, Sua Vida, Nossa Vila…” conseguiu o vice-campeonato no Grupo de Acesso.

  No ano de 2014, a Imperatriz Leopoldinense homenageou Zico com o enredo “Arthur X: O Reino do Galinho de Ouro na Corte da Imperatriz” e conquistou o 5º lugar no Grupo Especial.

 Apesar de um certo destaque, e saindo bem melhor do que os fracassados enredos de clubes de futebol, o resultados dos jogadores de futebol é pequeno comparado aos das escolas de samba homenageando ídolos da música, literatura e cultura de forma geral, como a Imperatriz Leopoldinense com Lamartine Babo (Campeã do Grupo 1-A em 1981), Beija-Flor com Bidu Sayão (3ª Colocada do Grupo Especial em 1995) e Roberto Carlos (Campeão do Grupo Especial em 2011) e a Estação Primeira de Mangueira com Dorival Caymmi (Campeã do Grupo 1-A, em 1986), Carlos Drummond de Andrade (Campeã do Grupo 1-A, em 1987) e Chico Buarque (Campeã do Grupo Especial em 1998).

  E o que dizer da vitória da Unidos da Tijuca, em 2014, com o enredo “Acelera, Tijuca”, homenagem à Ayrton Senna, um ídolo do automobilismo?  


  Sim, Senna é ídolo de outro esporte, não de futebol! 

  Assim, completam-se as observações de André Alexandre Guimarães Couto com uma quarta e acadêmica hipótese:

  Carnaval, principal festa popular brasileira, e o

      Futebol, o principal esporte do pais, são, ambos, 

           modalidades de  jogos  e, portanto, 

                  disputam o mesmo espaço na cultura humana:




  Isso explica porque as tentativas de combinar o futebol e o carnaval produziram resultados desastrosos, inclusive o rebaixamento de uma escola de samba.
  Ambos são jogos e disputam o mesmo espaço de atuação. Por isso, repelem-se.






















   O que é o esporte e como se distingue do direito?
   Descubra como nós, humanos, atuamos em 4 planos:


Referências:
CARNAVAL 2014. http://liesa.globo.com/ acesso em 9/2/2014.
 


CARNAVAL E BOLA: relembre os desfiles que levaram o futebol para a Avenida. http://m.globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2014/03/carnaval-e-bola-relembre-os-desfiles-que-levaram-o-futebol-para-avenida.html 2/3/2014 acesso em 9/2/2014.

  
Alguns dos mais Interessantes aspectos da idolatria no futebol http://www.padilla.adv.br/desportivo/idolatria