sábado, 20 de junho de 2015

Azelite escrava dos psicoPaTas

 Azelite escrava 
 Em 2015, o Brasil é uma nação emergente fracassada: o país mais violento do mundo com mais de 30 assassinatos e 22 mortes no trânsito para cada 100 mil pessoas.

 Temos 16 das 50 cidades mais violentas do planeta; índice Gini de 0,51 altíssima desigualdade, posição 85 no IDH (ridícula), renda per capita baixa USD 11 mil; 8º país do mundo em analfabetismo, ¾ da população é analfabeta funcional; piores colocações nos rankings internacionais de educação (PISA etc.), falta de mão de obra qualificada, crescimento econômico raquítico (pibinho baixo), políticos corroídos pela corrupção, democracia puramente formal, estado patrimonialista, igualdade material utópica, sociedade incivil, justiça precária. 

 Aumentam os impostos para financiar porto em Cuba, rodovia na Bolívia, no Sudão, dar empréstimos a Cuba e Angola, financiar metro na Venezuela, hidrelétrica na Nicaragua.

  O último decente eleito, Tancredo Neves, foi matado em circunstâncias suspeitas, seguidas da posse, ilegal e inconstitucional, de um expert em safadeza ligado à NOM, Nova Ordem Mundial.


 Não há confiança nas urnas eletrônicas. Há fundado receio da eleição da ex(?)criminosa ter sido fraudada. 



 Inescrupulosos e desalmados assumiram o governo e roubaram muito além da possibilidade de esconder. Ninguém aguenta mais tanta safadeza! 


 Cansamos do pais sem segurança, saúde ou educação...

Chega de sermos governados por criminosos apoiados por patetas corruptos.


 O sistema eleitoral está armado para impedir o surgimento de lideranças. Há anos, entraves burocráticos e exigências financeiras consideráveis impedem a criação de partidos independentes.
 Não resta alternativa, senão bradar por socorro!
 Militares: cumpram com o art. 142 da Constituição Federal, e acabem com essa escravidão disfarçada pelo crime organizado comandando o país.
 Começou já, na abertura da Copa do Mundo Fifa 2014, o novo brado de independência no Itaquerão!


 Ai os safados psicoPaTas protestam pelo decoro. Perturbar a sessão do Supremo Tribunal desnecessária e desrespeitosamente seria legítima defesa do criminoso. O povo não pode protestar contra a extorsão tributária sustentando a maior corrupção do planeta, cansado do arrocho dos serviços essenciais, da falta de saúde e de educação!  Não pode e se protestar é reprimido com tanques blindados jateando água, gás lacrimogênio, balas de borracha que, na cabeça, podem matar!



 Que hipocrisia, não achas? 



 Cartilha de sexo para crianças? Os psicoPaTas acham lindo. Incentivam a promiscuidade precoce! Agora, o povo revoltado sugerir à dilmascarada manter relação anal seria falta de educação? Gentalha cara de pau! Tratam-nos como se toda a população fosse psicoPaTeta.

 Cansamos da Escravidão do medo e da superficialidade


 A ditadura disfarçada em transportes públicos caros e ineficazes induzindo a ter e usar carro diariamente, transformando-nos em escravos: 
 Todo o valor do trabalho desaparece em multas, impostos, taxas, etc.

  Como esse rápido vídeo mostra, o governo extorque todo o resultado do trabalho sem dar nada em troca!
https://www.facebook.com/photo.php?v=10151060553588823

Com parte dos bilhões roubados podemos resolver todos os riscos ambientais no Brasil, sanar a saúde pública, aprimorar a...


Quem promoveu essa escravização disfarçada?

Em 1985 o PT foi contra a eleição de Tancredo Neves e expulsou deputados que votaram nele. Em 1988, votou contra a Constituição. Em 1994, votou contra o Plano Real, criticando-o da eleitoreiro. Em 1996, votou contra a reeleição, que hoje defende. Depois, em 1998, foi contra a privatização da telefonia, hoje com 200 milhões de linhas. Depois, foi contra a adoção de metas para a inflação. Em 2000, luta ferozmente contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, que obriga os governantes a gastarem apenas o que arrecadam. O Proer, que nos salvou, impedindo a quebradeira dos bancos em 2008, foi demonizado. Quando FHC criou o Bolsa Escola, o Bolsa Alimentação e o Vale Gás, o PT foi contra, dizendo que eram esmolas eleitoreiras. 







A Petrobras gastou mais de 1 bilhão de dólares com a compra, no Texas, da refinaria de Pasadena: pequena, ultrapassada e sem condições de processar o petróleo extraído na costa brasileira.

A quantia desperdiçada na malsucedida transação poderia alavancar os setores de energia elétrica e transporte coletivo, ou na construção de casas populares e escolas fundamentais!

 Se a dinheirama toda tivesse sido empregada - digamos - nobremente, seria possível, simultaneamente, quatro grandes realizações:

1) Triplicar o orçamento de 2014 para o setor de energia;

2) Aumentar 78% o orçamento de 2014 para os transportes coletivos;

3) Construir 43.500 casas populares;

4) Manter 2.230 escolas de ensino fundamental, suficientes para 1.000.000 de alunos.


 Os psicoPaTas imbecilizaram a nação usando a hipocrisia de gramsci:

 Ai, o chefe da quadrilha - mais uma vez - mistura realidade com ficção cria a piada da vez - como sempre faz - para disfarçar a situação: culpa azelite branca.

 Esqueceu de dizer que a culpa é da zelite branca psicoPaTopetista!




6 fatos que o professor esquerdista não conta


1. O comunismo falhou miseravelmente:


 O socialismo-comunismo contraria a natureza da vida, que é uma competição: http://bit.ly/4planos

 Os regimes comunistas mataram, em um século, mais de 100 milhões de pessoas. 
Alguns falsos humanistas contestam esse número, contudo, precisam admitir ser Impossível esconder tantas mortes. Crimes de tamanhas proporções deixam rastros visíveis. 
 Além das pessoas assassinadas diretamente pela repressão típica desses regimes totalitários, milhões morreram em consequência de suas políticas econômicas desastrosas, desde os confiscos resultantes na fome russa de 1921 ao Holodomor ou a coletivização forçada do campo implementada por Mao Tse Tung causando a Grande Fome Chinesa a qual matou cerca de 20 milhões de pessoas.
  Alguns regimes foram letais ao extremo. É o caso do Khmer Vermelho no Camboja exterminando um terço da população do país. 
 O pior de tudo: o comunismo desmoronou em todos estes países e seu modelo teve que ser abandonado. Milhões de pessoas morreram em vão!
 Em nome de um ideal falso.
 O muro de Berlim caiu.
 A União Soviética não existe mais.
 A China virou capitalista.
 Cuba é falida e mal sobrevive com os recursos desviado do Brasil:
Programa "mais médicos" foi criado para mandar dinheiro para Cuba https://www.facebook.com/osvaldo.aires.1/videos/632625506879672/
Repressão cubana à ciência:


 Como o comunismo falhou, os psicopatas inventaram um "novo modelo" de socialismo.
 O autodenominado "socialismo do século XXI" é praticado na vizinha Venezuela:

 O país, mesmo tendo uma das maiores reservas de petróleo do mundo é assolado hoje por escassez de todo tipo de bem imaginável, de energia elétrica à papel higiênico, passando por frango, leite e outros produtos essenciais. Tem uma das taxas de inflação mais altas do mundo e uma taxa de homicídios também entre as mais altas do mundo.







2. As teorias de Marx são engodos:
  O engodo psicopata é baseado nas teorias de Karl Marx cujas falácias são o combustível para alimentar o fogo reformador da juventude incendiando-os de encontro aos valores da civilização.
   Os psicopatas, por não possuírem experiência emocional, não sonham, como nós, humanos, com coisas boas para a sociedade.  Pelo contrário, esses bandidos dissimulados identificam os sonhos humanos usando-os para alavancarem os seus planos diabólicos. Enquanto não se desperta para o perigo desses seres do mau com aparência humana, ficamos indefesos diante da manipulação emocional.

 Karl Marx foi sustentado pela esposa por 16 anos enquanto escrevia "O Capital" até ela ficar pobre. Teve um único emprego fixo em 64 anos de vida, e foi como como correspondente do jornal “New York Herald” por breve período e jamais sustentou a sua família.

 Embora estudioso de economia, era irresponsável nas finanças e sempre passou necessidades. Em 1852, em Londres, Marx tentou penhorar talheres de prata com o brasão da família da esposa. O dono da loja desconfiou da atitude e da criatura de cabelos desgrenhados e mal vestida, chamando a polícia.

 Teve 7 filhos; 4 morrerem ainda bebês devido à vida insalubre e miserável imposta à família por sua vagabundice; dos três sobreviventes, duas suicidaram-se.
O sobrevivente era filho bastardo, pois traiu a mulher que o sustentou por anos a fio com a melhor amiga dela. Esse, sobreviveu porque o bebê nascido desta relação para o amigo rico Engels criar. Morreu pobre, intelectualmente debilitado e com um abscesso no pulmão. Somente 11 pessoas, incluindo Engels, foram ao seu enterro.



 Esse é o ídolo da esquerda. O "pai do socialismo". Sujeito ordinário, preguiçoso e imoral, que não conseguiu sequer colocar a própria vida em ordem. É este pilantra, em muitos aspectos similar ao Lulla, o criador do sistema que tem a pretensão de trazer a solução para o mundo? Pois é. Cada um tem a referência que merece.

 E o Paul Johnson cita no livro “The Intelectuals” que esse energúmeno, além de tudo, não tomava banho e não fazia a barba por muito tempo. Seus seguidores também deixam a barba crescer sem saber por que.

 Mas, suas ideias errôneas, ainda estão por aí, a estrepar com o mundo, a azarar com a sociedade. Pior de tudo é que estamos sendo vítimas desses sórdidos caolhos, gigolôs da miséria, parasitas e aproveitadores, os Schmarotzers, na línguagem de seus conterrâneos alemães. Até quando, como diria Catilina, o senador romano?







Karl Marx construiu toda a sua teoria em cima de uma idéia errada herdada dos economistas clássicos: A teoria do Valor Trabalho. Segundo a teoria do Valor Trabalho, o valor real de  uma mercadoria era definido pela quantidade de trabalho investido na sua produção.

Com base nisso, Marx arroga ter descoberto o conceito da Mais Valia que dizia o seguinte: Se a mercadoria vale a quantidade de trabalho investida na sua produção, para que o patrão, que não trabalha diretamente, tenha lucro, ele precisa pagar aos funcionários, um valor menor do que o trabalho que eles investiram na produção da mercadoria. Dessa forma os patrões exploram o proletariado.


Porém Marx estava errado em vários pontos, desde o diagnóstico do problema, até a sua solução. A Teoria do Valor Trabalho foi refutada pela teoria da Utilidade Marginal, desenvolvida simultaneamente por três economistas: Stanley Jevons na Inglaterra, Leon Walras na França e Carl Menger na Áustria. Os três, ao mesmo tempo, em países diferentes e praticamente sem entrar em contato um com o outro, perceberam que o que confere valor a uma mercadoria não é o trabalho, mas a sua utilidade. 

Uma mercadoria que exigiu muito trabalho pra ser produzida não terá nenhum valor se não for útil. Portanto, é a utilidade que as pessoas conferem às mercadorias que determina seu valor. Os custos de produção, entre eles o do trabalho, é que precisa se ajustar aos preços de mercado.

Especula-se que este desmascaramento esteja por trás da atitude de Marx de adiar a publicação dos volumes seguintes da sua obra máxima: O Capital, que só foram publicados após sua morte, por Engels. 

Outros economistas posteriores como Ludwig von Mises e Friedrich A. Hayek dariam mais detalhes sobre a inviabilidade do socialismo, explicando que dessa forma, a única maneira de medir a utilidade de um produto é através do mecanismo de oferta e demanda do livre mercado. 
Se o livre mercado é suprimido, não há o mecanismo de oferta e demanda, se não há livre equilíbrio entre oferta e demanda, a economia se torna um caos. Por isso, abolir o mercado e concentrar as decisões econômicas no estado que tenta calcular o preço das mercadorias com base no trabalho é impossível e tende ao fracasso.






3. As previsões de Marx não se cumpriram até o presente momento:
 O que não nos surpreende na medida em que socialismo-comunismo contrariam a natureza da vida, a qual é uma competição: http://bit.ly/4planos



Com base na sua ideia de Mais Valia e de exploração do proletariado, Marx previu que a situação dos trabalhadores iria se deteriorar cada vez mais. Como, segundo Marx, para garantir o lucro do patrão, o valor das mercadorias é vendido sempre acima daquilo que os trabalhadores recebem para produzi-las, o custo de vida destes aumentaria cada vez mais.
Isso iria gerar ciclos econômicos e crises frequentes, com cada nova crise sendo pior que a anterior, até que chegaria o momento em que o capitalismo entraria em total colapso, os trabalhadores se revoltariam, fariam uma revolução e implantariam o socialismo.

Só que nada disso aconteceu. Na verdade aconteceu o exato inverso.


O capitalismo é marcado por crises constantes sim, mas ele sai mais forte de cada uma delas.

A Grande Depressão foi com certeza a maior de todas as crises do capitalismo, mas isso já foi há mais de 80 anos. O capitalismo jamais passou por outra crise semelhante. Desde então é inegável que a qualidade de vida e a economia prosperaram enormemente nos países capitalistas.
Ao contrário do que Marx previra, a qualidade de vida das classes menos favorecidas aumentou e a pobreza extrema está sendo reduzida gradualmente em todo mundo. 

Para entender a velocidade desse progresso considere as Metas do Milênio apresentadas em 2000 pela ONU. O objetivo era reduzir pela metade o número de pessoas vivendo com 1 dólar por dia até 2015. Essa meta foi atingida cinco anos mais cedo.

4. Países mais pobres do mundo resultam dos regimes socialistas.



Você já deve ter ouvido falar que a culpa pela fome e pela miséria no mundo é do capitalismo.
Mas o que seu professor esquerdista não te contou é que o socialismo já foi e continua sendo, uma força extremamente influente no mundo. As idéias socialistas não vão contra o Status Quo, ela é parte do Status Quo. Ela é a parte ruim dele diga-se de passagem.

Muitos países que você imagina serem vitimas do capitalismo já tiveram regimes de inspiração socialista. Só no continente africano: Angola, Moçambique, Benin, República do Congo, Etiópia e Somália tiveram suas economias destruídas por regimes comunistas que duraram vários anos e quase todos continuaram tendo economias bastante controladas pelo estado mesmo depois disso.

Seu professor esquerdista também deve ter falado pouco sobre regimes de inspiração socialista na Líbia e no Iêmen. Sobre o partido Baath no Iraque e na Síria. Que países que fizeram parte da União Soviética e que mantiveram um modelo parecido, mesmo com o fim do comunismo, como é o caso do Uzbequistão, tem a maioria da sua população na miséria.



Também não deve ter falado nada sobre como políticas socialistas devastaram o Zimbábue. Nem que a Índia, país que concentra a maioria dos miseráveis do mundo, por quase 40 anos teve uma sucessão de governos populistas, paternalistas, intervencionistas e que se inspiravam na economia soviética. Durante todo este período o país esteve completamente estagnado e só começou a crescer nos anos 90, justamente depois que o governo promoveu amplas reformas liberais, que apesar de tímidas, já conseguiram reduzir drasticamente a miséria no pais.

5. Os países mais liberais estão entre os mais desenvolvidos ou entre os que mais rápido se desenvolvem




Outra coisa que seu professor esquerdista não deve ter te contado, é que todos os países com IDH considerado "muito alto" são, de uma forma ou de outra, capitalistas. Aposto que você não sabia que a Nova Zelândia estava completamente quebrada nos anos 80, mas que depois de uma reforma liberal radical, conseguiu se reerguer e chegar ao posto de 6º melhor IDH do mundo. Que a Alemanha saiu dos destroços da II Guerra Mundial seguindo uma doutrina econômica chamada "ordoliberalismo". Que os Estados Unidos, 3º melhor IDH do mundo, maior economia do mundo e país mais inovador do mundo em número de patentes, tem a liberdade de mercado e a propriedade privada como parte inseparável da sua história, da sua cultura, das suas instituições e da sua própria identidade nacional.

Não deve saber que a carga tributária da Austrália (2º melhor país pra se viver do mundo) é de apenas 33,2% do PIB, que o Canadá foi considerado o 2º melhor país para se fazer negócios pelo Fórum Econômico Mundial, nem que Hong Kong e Singapura (13º e 18º melhores IDHs respectivamente) eram países miseráveis até bem pouco tempo atrás. Conseguiram chegar ao posto em que estão hoje em menos de 30 anos e são justamente, os dois países mais liberais do mundo.



Nem todo país liberal é desenvolvido, mas com certeza todos eles estão no caminho. Um exemplo é o Panamá, o país da América Central que teve o 8º maior crescimento do PIB em 2012 e que está entre os que mais reduziram a pobreza nos últimos anos, ou o Peru, que apesar de ainda ser bastante pobre, também vem conseguindo reduzir drasticamente a pobreza e teve o maior crescimento do PIB da América do Sul em 2012.



6. Distribuição de Renda serve para nada:



Os socialistas dão a entender, através de seu discurso, que a desigualdade é o grande mal do mundo. Para descreditar as políticas liberais, apontam para um "aumento da desigualdade" como se isso fosse sempre um mal e como se igualdade fosse sempre um bem.
São incapazes de perceber que desigualdade não significa pobreza e que igualdade não significa riqueza. Um povo pode ter igualdade, mas serem todos iguais na pobreza. Da mesma forma, outro povo pode, apesar da desigualdade, garantir um nível de vida satisfatório para os mais pobres.

A prova disso é que a desigualdade medida pelo Coeficiente GINI, revela algumas coisas bem interessantes:
- A Etiópia é um dos países mais igualitários do mundo. É inclusive mais igualitária que a média dos países da União Européia. Outro que também está entre os mais igualitários é o Paquistão.
Mas onde é que existe mais pobreza? No Paquistão e na Etiópia ou na União Européia?

- O Timor Leste é mais igualitário que Espanha, Canadá e França

- O Bangladesh, outro país que concentra massas de miseráveis é mais igualitário que Irlanda e Nova Zelândia.
- A Índia é mais igualitária que o Japão.
- O Malawi é mais igualitário que o Reino Unido.

E a lista segue adiante. Os exemplos são inúmeros mas todos eles levam a uma conclusão inequívoca: Igualdade não serve pra porcaria nenhuma.

Fontes:
Ranking de Países por IDH (qualidade de vida)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_pa%C3%ADses_por_%C3%8Dndice_de_Desenvolvimento_Humano
Ranking de Países por Distribuição de Renda (Índice GINI)
https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/rankorder/2172rank.html
Ranking de Países por Índice de Homicídios
http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_pa%C3%ADses_por_taxa_de_homic%C3%ADdio_intencional
Países onde é mais fácil fazer negócios:
http://economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=200902031523_RED_77804209
Ranking de Países por tamanho da Carga Tributária
https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/rankorder/2221rank.html
Ranking de Países por crescimento do PIB em 2012
https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/rankorder/2003rank.html
Sobre os governos socialistas na Índia e sua posterior reforma liberal:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Economia_da_%C3%8Dndia
Sobre as reformas liberais na Nova Zelândia:
http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=692
Países que já foram socialistas:
Angola - http://pt.wikipedia.org/wiki/Rep%C3%BAblica_Popular_de_Angola
Benim - http://pt.wikipedia.org/wiki/Rep%C3%BAblica_Popular_do_Benim
Congo - http://pt.wikipedia.org/wiki/Rep%C3%BAblica_Popular_do_Congo
Etiópia - http://pt.wikipedia.org/wiki/Rep%C3%BAblica_Democr%C3%A1tica_Popular_da_Eti%C3%B3pia
Moçambique - http://pt.wikipedia.org/wiki/Rep%C3%BAblica_Popular_de_Mo%C3%A7ambique
Somália - http://pt.wikipedia.org/wiki/Rep%C3%BAblica_Democr%C3%A1tica_da_Som%C3%A1lia
Iêmen - http://pt.wikipedia.org/wiki/I%C3%A9men_do_Sul
Sobre o partido socialista Baath que governou Iraque e Síria
http://pt.wikipedia.org/wiki/Partido_Baath
Sobre os 100 milhões de mortos deixados pelo comunismo
http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Livro_Negro_do_Comunismo
Sobre o regime socialista que exterminou um terço da população do Camboja
http://pt.wikipedia.org/wiki/Khmer_vermelho
Sobre a teoria da Utilidade Marginal que refutou as teorias de Marx
http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_marginalista
Gráficos mostrando a redução da miséria absoluta em todo o Mundo e quais países foram mais eficientes nisso:
http://povertydata.worldbank.org/poverty/home
(Trecho 6 fatos... editado a partir de 


O Globo – 1º julho 2014
ARNALDO JABOR
As brancas elites

Eu sou da elite branca. Infelizmente, nasci com olho azul, herança de sangue alemão temperando meu lado sírio libanês, o que talvez me faça ser da elite árabe ou suspeitosamente palestino e portanto antissemita e jihadista?

Ou serei nazista? De parte de mãe, meu sobrenome é Hess. Serei parente do Rudolph Hess - um dos carrascos do Terceiro Reich? Quer dizer: será que eu sou um daqueles que estimulam setores reacionários a maldizer os pobres e sua presença nos aeroportos, nos shoppings e nos restaurantes, como afirmam petistas graduados? Será que eu desejo mesmo que os pobres morram de fome, como disse Dilma, porque a elite branca não suporta ver mulheres e crianças melhorando de vida?

Por que sou tão malvado? Preciso fazer um exame de consciência. Mas antes vamos continuar a analisar esse termo vago: elite branca. Evoca doenças antigas, como flores brancas, peste branca.

Um comunista clássico diria classe dominante, mas Lula é um simplificador de categorias.

Lula inventou o termo, obedientemente repetido por Gilberto Carvalho. Esse termo é propositadamente impreciso, de modo que sirva de carapuça para todos os opositores. Lula sabe fazer bem um sarapatel de conceitos marxistas para o povão entender. Discorda? Elite branca.

E elite? Essa palavra sempre foi muito usada por Lula, para engrandecer sua ignorância pessoal, para desovar sua inveja de gente que teve a sorte de estudar (Ex: FHC, sua obsessão).

E branca? Há um claro racismo nisso aí. Brancos não são classe, são raça. Será que existe uma elite afrodescendente? Ou uma elite caucasiana? Não haverá cotas raciais para as elites? Afinal, e as elites pardas, onde ficam? E a elite amarela, elite índia? Não há elite preta, claro, pois Lula decretou que os pretos são pobres e bons. Branco é ruim? E os brancos que ajudam o PT como aliados? Sarney, Renan serão da elite branca e portanto malvados? Não; para Lula, eles são agentes duplos da elite branca e usados pelo PT para combatê-la. E são puros e bons os que roubaram e foram presos pelo Joaquim do STF? Claro, bons revolucionários injustiçados. Ele obviamente deve ser chefe de alguma elite negra secreta e pode ser merecidamente ameaçado de morte. Como seria essa malévola elite negra?

Digamos que o termo elite branca tivesse sido usado pelo ministro Joaquim; ele seria trucidado por racismo, sem dúvida. E se o Gilbertinho ou o Lula fossem pretos, eles usariam o termo? Não. Seria inconveniente politicamente. É muito melhor que eles sejam brancos e assim possam atacar brancos porque, apesar de o serem, estão do lado dos negros que sofrem no país todo. Ou seja, são brancos mas são bons, são brancos que não temem condenar os maus brancos. Por exemplo, não havia pretos pobres nas arenas porque a terrível elite branca é que concordou com os preços da Fifa. Ou foi o Lula, que topou tudo desde 2008?

Lula é um mestre em inventar termos úteis para desfigurar a verdade. Ele não tem o menor pudor disso, porque sabe que os pobres não sabem nada e engolem tudo que ele diz. Pobre pensa que dossiê é doce de batata! - ele falou com desdém no escândalo do dossiê dos aloprados, lembram? Havia negros entre os aloprados? Não, mas eles não eram brancos da elite - talvez fossem aloprados (militantes esforçados, mas, trapalhões... coitados) da ralé branca .

Outro dia, o Lula bradou: A elite brasileira está conseguindo fazer o que nunca conseguimos: despertar o ódio de classes . Este ato falho de Lula é sensacional. Tradução: sempre quisemos despertar o ódio de classes, mas nunca conseguimos. Mas, eis que vem a elite branca e consegue!

Ou seja, a elite branca é capitalista-leninista, quer a luta de classes contra o pobre PT, com seus militantes desvalidos, proletários oprimidos. Lula, que culpou os brancos de olhos azuis pela crise econômica mundial, só pensa em dividir os brasileiros entre nós e eles. É uma paranoia programada: a técnica de vitimização que funciona bem para ditadores que se dizem sempre defensores do povo - suas vítimas.

Todo mundo é responsável pelos anos de governo do PT, menos o PT.

Fascina-me a caradura com que condenam o passado, se eles são o passado. Estão aí há 12 anos e só conseguiram o caos. Mas a culpa não é deles, claro. Nunca. Através de mentiras revolucionárias vão aos poucos fulanizando os escândalos, como, por exemplo, na Petrobras. Segundo Gabrielli e seus colegas, houve erros passageiros, como Pasadena e Abreu e Lima, que ficaram um pouco caras... (só US$ 20 bilhões)... Graças a CPIs fajutas, ninguém jamais saberá como era o esquema entre os políticos de apoio e a Petrobras.

E os milhões desviados desde o mensalão, que foram um troco, comparados com os bilhões ainda lá fora, tirados dos fundos de pensão revolucionários? E a inflação? Quando haverá correção monetária para o Bolsa Família?

Mas o perigo máximo é o programa ideológico que traçaram para o país. Não querem governar. Querem mudar o Estado. Se conseguirem, seremos jogados num bolivarianismo abrasileirado que acabará desmanchando nossas instituições já abaladas. Isso é o óbvio, mas tem de ser repetido! Pena que o povo não entenda porra nenhuma.

Se não, vejamos:

Em 1985 o PT foi contra a eleição de Tancredo Neves e expulsou deputados que votaram nele. Em 1988, votou contra a Constituição. Em 1994, votou contra o Plano Real, dizendo que era eleitoreiro. Em 1996, votou contra a reeleição, que hoje defende. Depois, em 1998, foi contra a privatização da telefonia, hoje com 200 milhões de linhas. Depois, foi contra a adoção de metas para a inflação. Em 2000, luta ferozmente contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, que obriga os governantes a gastarem apenas o que arrecadam. O Proer, que nos salvou, impedindo a quebradeira dos bancos em 2008, foi demonizado. Quando FHC criou o Bolsa Escola, o Bolsa Alimentação e o Vale Gás, o PT foi contra, dizendo que eram esmolas eleitoreiras. Ou seja, o PT se acha uma elite vermelha, mas não passa de uma reles elite branca.
 Em quarta-feira, 18 de junho de 2014, Thomas Wagner thomaswr2005@yahoo.com.br escreveu:

Azelite

Por | Marcelo Mirisola – 23 horas atrás


Farsa brasileira em oito atos que não acabam mais:

1. Lula revira os olhos várias vezes, gagueja e diz que foi traído, e logo em seguida pede desculpas a plateia. As orelhas  vermelhas têm vida própria.

(rubrica)  O presidente é a expressão de um homem  agonizante, estrebucha. Está no fundo do poço. Conclusão óbvia e ululante:  caiu, acabou.

Eis que, no ano seguinte, o personagem se reelege presidente.  No segundo mandato, decola. O mesmo homem acuado do primeiro ato, extermina a oposição, derrota a Veja, o Estadão, a Folha e o Globo,  e atinge índices de popularidade estratosféricos. Faz sua sucessora, e sai do Palácio do Planalto exortado como o maior líder popular desde Getúlio Vargas.

2. Zé Dirceu na frente de uma televisão.

(rubrica)  Parece que está preso.

As risadas mefistofélicas do preso ecoam e fazem o teatro tremer. 

3. Lula e Zé Dirceu de mãos dadas,  entram no túnel do tempo.

Ano de 2007
(rubrica) Lula, reeleito, traz a Copa para o Brasil. Carnaval no palco.  O governo  constrói e reforma elefantes brancos de norte a sul, de leste a oeste. Gasta os tubos.

4. Junho de 2013
Um gigante levanta do berço esplêndido. Em seguida,o teatro fica todo escuro. Black blocs entram no palco e quebram o cenário. Fafá de Belém canta o hino das Diretas Já, e grita: vem gigante, me pega, quero ser estuprada, quero ser estuprada!

5. Em meio ao teatro depredado, a luz incide sobre o gigante. Que está sentando na cama, acabrunhado, olha para a própria genitália, e diz: Pai, por que me abandonaste?

Aí ele despenca. Da convulsão, volta a dormir. Uma luz azul-clarinha ilumina o palco e dá um ar de berçário pra cena. Céu com nuvens de algodão e canções de ninar.

6. Neymar entra no palco, e manda um coraçãozinho self pra plateia.
(rubrica) Finalmente começa a Copa do Mundo da Fifa. Dilma é vaiada e xingada no Itaquerão por uma plateia enfurecida que paga até 2 mil reais por um ingresso.
7. Bobo da corte entra, e retoma o terceito ato:

Os elefantes brancos - indaga o bobo para a plateia - :  foram construídos e reformados para o povo?
Lula entra no palco, xinga Zé Sarney de Filho da P*&%$, e responde à indagação do bobo:  Povo não entra!  Fizemo prazelite branca preconceituosa!

Bobo cai no palco como se tivesse levado um soco na cara, levanta cambaleante e pergunta pra plateia: cadê o povo?

Azelite ( ou a plateia) vaiam o bobo, e mandam ele tomar no c*.

Lula some de cena. Bobo, ainda cambaleante, pergunta:  Cadê o Lula?

8. (rubrica)  Lula aparece com os bolsos cheios de dinheiro. Se dirige à plateia aos berros como se estivesse num comício. Está ensandecido, verte dinheiro por todos os poros e bolsos do seu corpo. Dólares são cuspidos quando ele grita:

Aqui nos meus estádio O POVÃO não entra!!!!! Só azelite. Vocês querem Copa do Mundo?

(rubrica) A plateia, que é uma espécie de claque-espelho, grita: Vai tomaaar no c*!!!!!!

Lula: Só azelite vão entrar!   Paguem!  Minhazelite branca! Cês querem esculhambar? Paguem! Cambada de otários preconceituosos!  Dois milão pra entrar! Cada vez mais caro! Isso mesmo! Xinguem a presidenta! Mandem a Dilma tomar no c*!!! 

Lula puxa o côro: Dilmaa vai tomaar no c*!!! De repente, interrompe. Chega! Chega!  Agora é a minha vez de xingar vocês: zelite filhada*%$#, minhas zelite branca preconceituosa. Vocês são os meus estádio! Vocês são meus uísque, meu povo!

(rubrica)  Aparece o bobo vestido de Camarguinho Cecê (empreiteiro e homem do povo), ele e Lula, aparentemente embriagados, se abraçam.

Lula: trouxe mais dinheiro Camarguinho Cecê?  

Tá aqui, painho! Têm mais! Têm mais!

A dupla joga montanhas de dinheiro na direção de uma boneca inflável. Que têm as mãos e a boca atadas. Lula usa a faixa presidencial para amarrar a boneca. Ela, a boneca-presidenta, está de quatro. Então simulam um trenzinho. Camarguinho Cecê, empreiteiro e homem do povo, atrás Lula, e Lula atrás da boneca.

Desce o pano, Trio los Angeles canta uma versão Aquarela Zelite do Brasil. A farsa continua....


Brasileiros sofrem escravidão dissimulada em impostos extorsivos há duas décadas. A população não sabe existir, entre nós, 2% de seres DESUMANOS manipuladores, não é mesmo? São bandidos dissimulados. Por isso, o povo cada vez mais pobre enquanto os corruptos enriquecem com o nosso trabalho!
 Humano: defenda-se da exploração pelos mutantes DESUMANOS! 
 Nós podemos vencer os falsos humanistas! Descubra como:

Quem conhece os outros é inteligente.

Quem conhece a si mesmo é iluminado.
Quem vence os outros é forte.
Quem vence a si mesmo é invencível.
Tao Te King 33
Só é lutador quem sabe lutar consigo mesmo.
Carlos Drummond de Andrade

Sejamos a mudança que queremos ver no Mundo! Gandhi

 Faz sentido?
Siga-nos http://twitter.com/Prof_PADilla


Como os desumanos dominaram até agora?

 O que fazer para a Humanidade retomar o controle planetário? 


  A luta humana contra a desinformação psicopata:

 A Hipnose em Massa:



 A origem de todo o mal:


As mentiras para entorpecer: 




Outros tópicos da teia de paradoxos
e do combate à desinformação:




Para acessar outros arquivos na Rede de Conscientização: https://drive.google.com/folderview?id=0B2CNDxRTI8HAcVl3cFc0M09hZ3M&usp=sharing