terça-feira, 22 de julho de 2008

O último tipo brasileiro...




Essa estória de empulharem-nos uma Lei seca, esfumaçada e cheirada ! para querer aumentar o consumo de drogas, provocou uma releitura da redação para o Vestibular em psicologia, na UFRGS: "O último tipo brasileiro... "

Quem somos nós? A brasilidade entregou-se à padronização? Saturados de informações ambíguas, não raro contraditórias, cujo objetivo é minar a resistência, um a um as características brasileiras desaparecem. A ganância de riqueza e poder usa todos os recursos: Idolatria, ficção com realidade, mensagens subliminares, repetição, reforço paralelo, etc. Só um tipo resistiu, e, não podendo vencê-lo, a mídia passou a desdenhá-lo.Reparou como há piadas sobre gaúchos? Há alguns anos, preocupados com a disseminação dos Cambarás, adaptáveis, corajosos, e, especialmente, autênticos, que começaram a tomar conta do pais, grupos de interesses iniciaram uma cruzada contra esses bárbaros que, em pleno Séc.XXI, bebem chimarrão ao invés de produtos industrializados; vestem bombachas no lugar de grifes, mantém um linguajar próprio, disseminando o consumo de carne assada, o prato mais simples de preparar, prejudicando as vendas (de produtos industrializados e de DROGAS).

Um certo Capitão Rodrigo, de Érico Veríssimo (O tempo e o vento), representa a diversidade cultural e genética. A simplicidade cativa, conquista e, como a relva que sobrevive aos mais rigorosos invernos, o gaúcho permanece. Também pudera: Foi forjado pelo Minuano e, como esse vento constante, tornou-se implacável! Que Deus, na sua infinita bondade, tenha piedade de nossos detratores. Afinal, seus sonhos foram invadidos por um heróico Samurai dos pampas... Em seus piores pesadelos, vêem-se cercados de gaudérios e tornam-se um deles.

Há CTGs – Centros de Tradição Gaúcha, em todos cantos do planeta. Não duvide: Em breve povoaremos o espaço. Ser gaúcho é ecológico e arrebatador. Olhamos os lírios do campo. Escutamos a música, mesmo ao longe. Sobrevivemos ao incidente em Antares.Érico, com sua obra inigualável, contribuiu de maneira invulgar para identificar as características do último e verdadeiro brasileiro.

www.padilla.adv.br/alegre/gaucho

☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺
☺☺☺☺☺ "Não julgue, ou serás julgado. ☺☺ Não cobre, ou serás cobrado. ☺☺☺
☺☺ Ame, para ser Amado."☺☺☺☺ Lao Tsé, Tao Te Ching☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺
☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺☺